Notícias

Dívida Bruta do Governo Geral fica em 74,4% do PIB em agosto, diz BC

A Dívida Bruta do Governo Geral é uma das referências para avaliação da capacidade de solvência do País

Dívida bruta governo. Foto: José Cruz/Agência Brasil
O pico da série da dívida bruta foi alcançado em outubro de 2020 (87,6%). Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

A dívida pública brasileira cresceu pelo segundo mês consecutivo em agosto. Dados divulgados há pouco pelo Banco Central mostram que a Dívida Bruta do Governo Geral alcançou R$ 7,771 trilhões no mês passado, o que representa 74,4% do Produto Interno Bruto (PIB) – contra 74,0% em julho (dado revisado).

O pico da série da dívida bruta foi alcançado em outubro de 2020 (87,6%), em virtude das medidas fiscais adotadas no início da pandemia de covid-19. No melhor momento, em dezembro de 2013, a dívida bruta chegou a 51,5% do PIB.

A Dívida Bruta do Governo Geral – que abrange o governo federal, os governos estaduais e municipais, excluindo o Banco Central e as empresas estatais – é uma das referências para avaliação, por parte das agências globais de classificação de risco, da capacidade de solvência do País. Na prática, quanto maior a dívida, maior o risco de calote por parte do Brasil.

Déficit nominal soma R$ 106,561 bi

O setor público consolidado registrou um déficit nominal de R$ 106,561 bilhões em agosto. Em julho, o resultado nominal havia sido deficitário em R$ 81,914 bilhões e, em agosto de 2022, o saldo foi negativo em R$ 65,907 bilhões. Em 12 meses até agosto, as contas consolidadas do País tiveram déficit nominal de R$ 762,451 bilhões – 7,30% do Produto Interno Bruto (PIB). No ano, o resultado deficitário é de R$ 546,167 bilhões.

O resultado nominal representa a diferença entre receitas e despesas do setor público, já após o pagamento dos juros da dívida pública. No oitavo mês de 2023, o governo central registrou déficit nominal de R$ 101,031 bilhões. Os governos regionais tiveram saldo negativo de R$ 5,844 bilhões, enquanto as empresas estatais registraram superávit nominal de R$ 313 milhões.

*Agência Estado

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias