Empresas

B3 se consolida como empresa ambidestra, com negócios de valor e de crescimento, diz CEO

Gilson Finkelsztain, presidente da companhia, disse ainda que os negócios de dados tendem a crescer dois dígitos no médio prazo

Balcão da b3 em frente a uma tela com gráficos

Por Redação B3 Bora Investir

O presidente da B3, Gilson Finkelsztain, disse na tarde desta terça-feira que a companhia se consolida hoje com um modelo ambidestro de atuação, onde de um lado estão negócios de valor e de outro negócios de crescimento. O plano para este ano é investir cada vez mais em novas frentes, como na oferta de soluções baseadas em dados.

“Temos crescido e inovado nosso principal negócio, sem deixar de buscar oportunidades em negócios adjacentes”, disse Finkelsztain em almoço com jornalistas. “A ideia agora é construir um negócio de dados e analytics de B3, Neoway e Neurotech.”

O segmento de dados ganhou força após duas aquisições recentes. A primeira foi a Neoway, empresa catarinense de big data criada em 2002 e adquirida em outubro de 2021 pela B3 por R$ 1,8 bilhão. Em novembro de 2022 foi a vez da compra da Neurotech, especializada em inteligência artificial, machine learning e big data.

A atuação integrada de ambas, aliadas à quantidade e qualidade dos dados que a B3 já possui, têm trazido clientes de outros mercados, por meio da oferta de serviços de dados, como o de telecomunicações.

“Não vamos vender os dados para o mercado, mas queremos ajudar os clientes interessados a desenvolver novas soluções para seus negócios, por exemplo, de vendas, crédito e antifraude”, afirmou disse Finkelsztain. “Uma estratégia como a do Google, que possui os dados, mas não os divulga. Apenas oferta serviços gratuitos e outros pagos, todos com base nas informações que tem.”

A estimativa é de que os negócios de dados cresçam dois dígitos no médio prazo na companhia, dado o potencial que o segmento tem apresentado nos últimos anos. Em 2018, o faturamento com dados representou R$ 200 milhões para a companhia, número que subiu para R$ 350 milhões em 2021. 

No ano passado, somente de janeiro a setembro, foram R$ 500 milhões – valor que inclui os números da Neoway.

Quer saber mais sobre a Bolsa do Brasil? Aprenda como funciona o Mercado de Ações brasileiro com esse curso gratuito do Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias