Notícias

IPCA de janeiro é o mais baixo para o mês de janeiro desde 2021, aponta IBGE

Inflação medida pelo índice fechou janeiro com alta de 0,42%, ante um avanço de 0,56% em dezembro

Vendedores e frequentadores na Feira da Ceilândia. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Os preços dos Alimentos e Bebidas foram os que mais pesaram na formação da prévia da inflação em 2022. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou janeiro com alta de 0,42%, ante um avanço de 0,56% em dezembro, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aumento foi o resultado mais baixo para o mês desde 2021, quando houve elevação de 0,25%. No mês de janeiro de 2023, o IPCA tinha sido de 0,53%.

Como consequência, a taxa acumulada em 12 meses arrefeceu pelo quarto mês consecutivo, passando de 4,62% em dezembro de 2023 para 4,51% em janeiro de 2024, a mais branda desde julho de 2023, quando estava em 3,99%.

A meta de inflação perseguida pelo Banco Central em 2024 é de 3,0%, com teto de tolerância de 4,50%.

O índice de difusão do IPCA, que mostra o porcentual de itens com aumentos de preços, ficou em 65% em janeiro, mesmo patamar visto em dezembro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A difusão de itens alimentícios passou de 67% em dezembro para 65% em janeiro. Já a difusão de itens não alimentícios saiu de 64% em dezembro para 65% em janeiro.

Transportes + Saúde e Cuidados Pessoais

Os preços de Transportes caíram 0,65% em janeiro, após alta de 0,48% em dezembro. O grupo deu uma contribuição negativa de 0,14 ponto porcentual para o IPCA, que subiu 0,42% no mês.

Os preços de combustíveis tiveram queda de 0,39% em janeiro, após recuo de 0,50% no mês anterior. A gasolina caiu 0,31%, após ter registrado queda de 0,34% em dezembro, enquanto o etanol recuou 1,55% nesta leitura, após queda de 1,24% na última.

Com saúde e cuidados pessoais as famílias brasileiras gastaram 0,83% a mais em janeiro, uma contribuição de 0,11 ponto porcentual para a taxa de 0,42% registrada pelo Índice no mês.

Os itens de higiene pessoal subiram 0,94% em janeiro, impulsionados pelas altas em produto para pele (2,64%) e perfume (1,46%).

O plano de saúde ficou 0,76% mais caro. Os produtos farmacêuticos também subiram, alta de 0,70% em janeiro.

*Informações da Agência Estado

Quer aprender mais sobre como investir? Confira o curso gratuito ‘Começando a investir do zero’ no Hub de Educação da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias