Notícias

Mercado Financeiro e Morning Call Safra: foco no mercado consumidor americano

No Brasil, o destaque fica para o leilão de LTN e NTN-F do Tesouro

Também serão divulgados os pedidos de auxílio-desemprego e os estoques de petróleo pelo Departamento de Energia dos EUA.

A inflação ao consumidor dos Estados Unidos de setembro, medida pelo CPI, fica no foco nesta quinta-feira em meio à agenda mais fraca no Brasil, cujo destaque é o leilão de LTN e NTN-F do Tesouro. Também serão divulgados os pedidos de auxílio-desemprego e os estoques de petróleo pelo Departamento de Energia dos EUA.

As bolsas internacionais ensaiam recuperação nesta manhã após as perdas de ontem em reação à alta da inflação ao produtor dos EUA (PPI) acima das estimativas. O dado reforçou as apostas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) aumentará os juros em 75 pontos-base na reunião de novembro.

No Brasil, o EWZ, principal fundo de índice (ETF, na sigla em inglês) brasileiro listado em Nova York, caía 0,54% pela manhã, apontando para uma abertura negativa do Ibovespa na volta do feriado. Já o ADR da Petrobrás subia 0,29%.

Os juros dos Treasuries mais perto da estabilidade e agenda fraca tendem a moderar as oscilações dos juros futuros, enquanto o dólar mostra mais fraqueza ante maioria das moedas emergentes e ligadas a commodities, o que pode ser bom também para o real.

O Morning Call Safra de hoje fala sobre a deflação abaixo do esperado pelo mercado e os detalhes da ata da última reunião do Federal Reserve, além da expectativa sobre dados da inflação dos EUA:

Projeções para o Brasil

O Fundo Monetário Internacional (FMI) passou a prever que o País permaneça no azul em 2022. À frente, o Fundo vê o Brasil com aumento da sua dívida bruta e no vermelho pelos próximos dois anos, retomando o equilíbrio das contas apenas em 2025. Como pano de fundo, o aumento dos gastos por parte do governo federal às vésperas das eleições.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) reduziu em seu relatório mensal a previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2023, de 1,6% para 1,0%. Para 2022, o cartel manteve a projeção de avanço de 1,5%. No documento, a organização destaca as incertezas em relação ao consumo púbico e a déficit orçamentário do país, assim como altas taxas de inflação.

A Opep também reduziu suas projeções para o avanço do PIB global de 3,1% para 2,7% este ano e de 3,1% para 2,5% no ano que vem.

Abertura: Ibovespa renova mínima a 112.864,15 pontos e cai 1,71%

Fechamento: dólar à vista fecha a R$ 5,2730 (alta de 0,02%)

  • Com informações da Agência Estado

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias