Mercado

Ibovespa sobe 0,16% e fecha 6ª sessão seguida em alta com recordes em NY; dólar também sobe

Os mercados externos ajudaram a impulsionar esse avanço

Balcão da b3 em frente a uma tela com gráficos
O principal índice da bolsa brasileira sofreu com as baixas de ações da Vale (VALE3), -0,36%, e Magazine Luiza (MGLU3), que caiu 3,75%.

A bolsa de valores fechou em alta de 0,16%, a 130.240,55 pontos, nesta quinta-feira (22/02). O principal índice da bolsa avança pelo sexto pregão seguido. Os mercados externos ajudaram a impulsionar esse avanço. O índice oscilou após divulgação do PMI (índice de gerentes de compras, na sigla em inglês) dos EUA e o dólar emplacou alta depois da publicação do indicador.

No pregão anterior, o índice havia subido discretamente, depois de passar a maior parte do dia no campo negativo.

O dia também é de expectativa em torno dos balanços da Vale (VALE3) e do Nubank (ROXO34). Ambos os resultados saem após o fechamento da bolsa de valores.

Dólar

Da mesma maneira, o dólar fechou em alta de 0,42%, cotado a R$ 4,9600.

Por outro lado, no cenário externo, o dólar desceu discretamente a 0,05%, a 103,95 pontos.

Nova York impulsiona bolsa de valores

As bolsas de Nova York subiram com vigor, com destaque para o setor de tecnologia. Assim, Nasdaq avançava 2,96%. S&P 500 também teve forte alta: +2,11%, aos 5.087,03. Dow Jones  valorizou 1,18%, aos 39.069,11 pontos. Com isso, Dow Jones e S&P 500 tiveram recorde histórico no fechamento.

O desempenho positivo vem na esteira dos resultados da Nvidia. As expectativas superiores às antecipadas relativas às vendas da empresa de inteligência artificial impulsionaram os mercados globais e mais especificamente o setor de inteligência artificial no mundo todo.

A Nvidia projetou receitas de US$ 24 bilhões para o primeiro trimestre deste ano, superando as previsões que giravam em torno de US$ 22 bilhões.

“Tal otimismo em relação à Nvidia conseguiu eclipsar a postura mais severa adotada na última ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), que revelou preocupações acerca da prematura redução das taxas de juros”, afirma a Guide em relatório.

Europa em alta, com Stoxx 600 em patamar recorde

As bolsas europeias fecharam em alta, embaladas pelo avanço nos mercados de Wall Street, diante do otimismo com o resultado da empresa de inteligência artificial Nvidia.

O índice amplo Stoxx 600 encerrou a sessão com alta de 0,82%, em 495,10 pontos, superando seu recorde anterior de fechamento de 494,35 pontos, marcado em 5 de janeiro de 2022.

O DAX, referencial da Bolsa de Frankfurt, subiu 1,47%, aos 17.370,45 pontos. O FTSE ganhou 0,36%, aos 7.690,43 pontos, estreitando a distância para o recorde anterior de fechamento, de 8.012,53 pontos, alcançado em 16 de fevereiro. Já o CAC-40, de Paris, ganhou 1,27%, aos 7.911,60 pontos.

Em Madri, o Ibex-35 subiu 0,31%, aos 10.138,90 pontos. O FTSE MIB, de Milão, ganhou 1,06%, fechando aos 32.356,26 pontos. Por outro lado, em Lisboa, o PSI-20 não desfrutou do otimismo e caiu 0,81%, aos 6.199,61 pontos.

PMI dos EUA

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto dos Estados Unidos recuou de 52,0 em janeiro para 51,4 na preliminar de fevereiro, informou nesta quinta-feira (22) a S&P Global. Analistas ouvidos pela FactSet previam 51,5.

Apenas no setor de serviços, o PMI caiu de 52,5 em janeiro para 51,3 na prévia de fevereiro. A previsão, neste caso, era de 52,0.

Já o PMI da indústria avançou de 50,7 em janeiro para 51,5 na preliminar de fevereiro, ante expectativa de 50,2.

Focus

O relatório Focus, divulgado excepcionalmente nesta quinta-feira (22/02), veio com melhora nas projeções de PIB (Produto Interno Bruto) e Balança Comercial. As apostas dos economistas para o PIB saíram de 1,60% para 1,68%. Já para a Balança Comercial o saldo saiu de US$ 76,45 bilhões para US$ 80 bilhões.

Houve melhora marginal também nas Transações Correntes para este ano. Projeções de inflação e dólar oscilaram de maneira muito discreta, variando um ponto base para o IPCA (saindo de 3,82% para 3,81%) e o dólar apenas um centavo de real (saindo de R$ 4,92 para R$ 4,93).

“A economia demonstra sinais surpreendentes de vigor, com as previsões para o PIB de 2024 começando a alinhar-se às expectativas do governo de um crescimento de 2,2%”, avalia o economista André Perfeito.

Inteligência artificial no foco da bolsa de valores

No mercado europeu, o índice Stoxx 600 caminha para atingir níveis recordes, impulsionado pela euforia no setor tecnológico. Assim, a ASML, principal fabricante europeu de semicondutores, viu suas ações ascenderem cerca de 4%.

No mercado asiático, o Índice Nikkei 225 experimentou uma vigorosa ascensão, ultrapassando assim o pico histórico anteriormente alcançado durante a bolha de 1989 no Japão, com as ações de tecnologia na vanguarda.

“O entusiasmo em torno da inteligência artificial e tecnologias correlatas, conjuntamente com os sólidos lucros corporativos domésticos, uma perspectiva robusta para os exportadores em meio à desvalorização do iene e a recusa do Banco do Japão em elevar as taxas de juros, igualmente contribuíram para a euforia no mercado japonês”, acrescenta a Guide.

*Com informações da Dow Jones Newswires e do Estadão Conteúdo.

Quer entender como funciona a bolsa de valores? Acesse o curso gratuito e online do Hub Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias