Mercado

Ibovespa sobe 0,55% na semana, apesar de quedas em NY; dólar também tem ganho semanal

Nos EUA, dado de inflação acima do esperado foi gatilho para queda após semana de volatilidade

Ibovespa.
Antes de escolher uma ação, é importante definir quais são os objetivos: crescimento de capital, geração de renda ou uma carteira mista

A bolsa de valores fechou em alta, com indicadores dos Estados Unidos no radar dos investidores. Nesse sentido, o dólar caiu e se afastou dos R$ 5, mas ainda está acima da projeção do Focus para a moeda ao final de 2024, de R$ 4,92.

Assim, o Ibovespa fechou a sexta-feira (16) em alta de 0,72%, a 128.725,88 pontos. O resultado do principal índice da bolsa, aliás, destoa do desempenho dos índices nos EUA, que caíram em bloco após indicadores econômicos relacionados à expectativa de consumo e inflação ao produtor.

Dólar

Com relação ao câmbio, a moeda norte-americana fechou o pregão em queda. O dólar caiu 0,03%, cotado a R$ 4,9671. Porém, na semana, a divisa dos EUA subiu perto de 0,3%. No ano, o dólar avança mais de 2%.

No exterior, a divisa dos Estados Unidos registrou alta. O DXY, índice que compara o desempenho do dólar contra outras moedas importantes, ficou estável, a 104,32 pontos.

Ações em alta

Veja as ações da bolsa que registraram as maiores altas na sessão.

  • Braskem (BRKM5) +10,32%
  • Enauta (ENAT3) +9,45%
  • Banco Pine (PINE4) +5,98%
  • Cruzeiro do Sul (CSED3) +5,60%
  • Plano e Plano (PLPL3) +5,58%

Ações em baixa

Confira também os papéis que tiveram as maiores quedas do dia.

  • Zamp (ZAMP3) -14,29%
  • Oncoclínicas (ONCO3) -6,53%
  • Ser Educacional (SEER3) -5,41%
  • Tim (TIMS3) -3,81%
  • Santos BRP (STBP3) -3,13%

Os rankings contemplam ações da bolsa com volume acima de R$ 1 milhão no dia e que integram ou não o Ibovespa e outros índices. As cotações foram apuradas depois do fechamento, às 18h07, mas podem ter ajustes.

Bolsas mundiais: Nova York

As Bolsas de Nova York fecharam em queda nesta sexta-feira, com dado de inflação no atacado acima do esperado em janeiro nos Estados Unidos servindo de gatilho para uma onda de vendas após uma semana pontuada pela volatilidade.

Em Wall Street, o Dow Jones fechou em queda de 0,37%, a 38.627,99 pontos; o S&P 500 recuou 0,48%, aos 5.005,57 pontos; e o Nasdaq perdeu 0,82%, a 15.775,65 pontos. No acumulado semanal, o Dow Jones cedeu 0,11% e o S&P 500 perdeu 0,42%. O Nasdaq foi mais penalizado e acumulou baixa semanal de 1,34%.

Europa

As principais bolsas da Europa fecharam o dia em alta pela terceira sessão consecutiva, com o mercado de Londres em destaque após dados acima do esperado de vendas do varejo britânico em janeiro. O ímpeto contou com a contribuição do NatWest, após o banco anunciar resultado acima das projeções.

Em Londres, o FTSE 100 fechou em alta de 1,53%, aos 7.714,03 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,42%, aos 17.117,44 pontos. E o CAC-40, referencial da Bolsa de Paris, ganhou 0,32%, para encerrar aos 7.768,18 pontos. Em Milão, o FTSE MIB subiu 0,12%, a 31.732,39 pontos. O PSI 20, de Lisboa, teve alta de 1,19%, a 6.199,81 pontos. Por outro lado, em Madri, o IBEX35 caiu 0,41%, a 9.886,40.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias