Mercado

Mercados financeiros hoje: alta de commodities pode amenizar cautela externa

No mercado local, investidores ficam de olho em parecer da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2024 e em relatório da MP da subvenção

Sede da Bolsa de Valores em São Paulo, com grande telão mostrando as cotações das ações
Sede da Bolsa de Valores em São Paulo, com telão mostrando as cotações das ações. Foto: Divulgação/B3

Por Redação B3 Bora Investir

A agenda desta quinta-feira traz a apresentação à imprensa do parecer da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2024 pelo relator, deputado Danilo Forte (União-CE). O deputado Luiz Fernando Faria (PSD-MG) apresenta relatório da MP da subvenção. No Rio de Janeiro, o encontro do Mercosul traz plenária com chefes de Estado do bloco (15h00).

Em véspera do relatório de emprego dos Estados Unidos, o payroll, serão divulgados os dados semanais de desemprego, além de estoques no atacado e crédito ao consumidor.

Bolsas estrangeiras em queda

O tom é mais negativo nos mercados internacionais nesta quinta-feira. As bolsas asiáticas caíram diante da queda nas importações da China, de 0,6%, após o avanço de 3% de outubro, abaixo da previsão de analistas de alta de 4,2%. Já as exportações subiram 0,5% em novembro, na margem, depois de caírem 6,4% em outubro, nesse caso superando a expectativa de estabilidade.

Para Michael Hewson, analista-chefe de mercados da CMC Markets, os números apontam para uma economia ainda lutando para ganhar fôlego. Na Alemanha, a produção industrial recuou 0,4% em outubro, na comparação com setembro, após ajustes sazonais, uma queda maior do que a esperada por analistas. Na zona do euro, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 0,1% no terceiro trimestre, na margem, na leitura final do dado. O resultado veio em linha com a previsão de analistas.

POR AQUI.

A cautela nas bolsas internacionais e os números fracos de importações chinesas podem pesar no Ibovespa, embora a alta do petróleo de mais de 1% e de 3,93% do minério de ferro exerçam influência positiva. O EWZ, principal fundo de índice (Exchange Traded Fund, ETF) brasileiro negociado em Nova York, caía 0,30% no pré-mercado em NY por volta das 7 horas. Mas os ADRs da Petrobrás e Vale tinham leve alta.

Aqui o mercado repercute a aprovação, na Comissão Mista de Orçamento (CMO), do relatório de estimativa de receitas do projeto de orçamento de 2024 com um total de R$ 5,6 trilhões. A proposta aprovada no colegiado sugeriu um aumento de arrecadação em torno de R$ 800 milhões. O texto aprovado, por outro lado, previu uma queda na arrecadação ao incluir a prorrogação de incentivos fiscais da Sudam e Sudene, do programa Minha Casa, Minha Vida e do Reporto. O projeto, no entanto, não previu a prorrogação da desoneração da folha de pagamentos aos 17 setores, medida que gera impacto em torno de R$ 9 bilhões.

O mercado também deve reagir positivamente à privatização da Sabesp, ontem à noite, com placar expressivo de 62 votos a favor e 1 contra. O presidente da comissão mista da subvenção do ICMS, senador Rogério Carvalho (PT-SE), remarcou para esta quinta-feira a apresentação do relatório elaborado pelo deputado Luiz Fernando Faria (PSD-MG). A expectativa do governo é de que o texto seja votado na comissão e nos plenários da Câmara e Senado na semana que vem.

*Agência Estado

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias