Mercado

Mercados financeiros hoje: dados de emprego dos EUA ficam na mira

Ontem, a ata do Fed não deu sinais claros sobre os próximos passos da política monetária dos EUA

Bolsa. Foto: Pixabay
. Foto: Pixabay

Por Redação B3 Bora Investir

Indicadores de emprego nos Estados Unidos – pesquisa ADP de geração de postos no setor privado e os pedidos semanais de auxílio-desemprego – ficam no foco dos mercados em véspera de divulgação do relatório oficial de emprego, o payroll. A quinta-feira também traz uma série de índices dos gerentes de compras (PMIs) do setor de serviços e o composto da Europa, já divulgados, e do Brasil e Estados Unidos, que ainda vão sair. As atenções também estarão no primeiro leilão do ano de LTN e NTN-F pelo Tesouro.

No exterior, bolsas operam em alta nesta manhã

O sinal é positivo nas bolsas europeias em meio a PMIs da região e também no mercado futuro em Nova York, depois de as bolsas em Wall Street terem fechado em queda após a ata do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) não dar pistas claras sobre os próximos passos de sua política monetária, levando a uma redução nas apostas de que o primeiro corte de juros virá em março, embora essa hipótese continue sendo majoritária.

Ata mostra Fed mais duro e mercado diminui expectativa de corte de juros em março, mas essa ainda é aposta majoritária

Na Europa, a libra ampliou ganhos frente ao dólar após a divulgação do PMI de serviços do Reino Unido acima das expectativas. O euro acentuou alta ante o dólar após a divulgação de PMIs de serviços da Alemanha e da zona do euro como um todo, que ficaram acima das expectativas.

Na China, o PMI de serviços elaborado pela S&P Global/Caixin avançou para 52,9 em dezembro, ao maior nível em quatro meses e contrastando com a medida oficial, que se manteve em 49,3 no mês passado, e o dado ficou em segundo plano. No Japão, o PMI industrial caiu em dezembro e segue abaixo de 50, mostrando contração da atividade.

No Brasil, mercado fica de olho na relação entre Congresso e governo

O dia pode ser de leves ganhos para o Ibovespa, em sintonia com as bolsas internacionais e com agenda local fraca. O EWZ, principal fundo de índice (Exchange Traded Fund, ETF) brasileiro negociado em Nova York, subia 0,12% no pré-mercado em NY por volta das 7 horas. Já o real pode se beneficiar da fraqueza do dólar no exterior, enquanto os juros futuros tendem a oscilar entre margens estreitas uma vez que os rendimentos dos Treasuries estão sem direção única.

Com o desgaste da relação entre o Congresso e o governo no radar, o mercado fica atento à notícia de que a MP da Compensação, editada em 29 de dezembro pelo governo Lula exclui do programa de desoneração da folha de pagamentos oito dos 17 setores até então atendidos pelo benefício.

*Agência Estado

Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre investimentos? Faça os cursos gratuitos no Hub de Educação Financeira da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.