Notícias

Prêmio do BBB23 será acumulativo: como funciona e o que isso tem a ver com investimentos?

Valor deve aumentar conforme andamento do reality show e isso pode dizer mais sobre investir do que você imagina

BBB23. Foto: Divulgação
Fontes afirmam que a cada “paredão” vencido, os jogadores acumularão dinheiro. Foto: Divulgação

BBB23, que começa na próxima segunda-feira (16), trará uma novidade interessante para quem gosta de finanças. Afinal, seu prêmio será variável e deve aumentar de acordo com o desempenho dos participantes do reality show.

Quanto o vencedor do BBB23 vai receber?

Por enquanto, o que sabemos é que o vencedor desta edição do BBB deve embolsar um valor superior ao de R$ 1,5 milhão. Isto é, montante pago desde a décima edição do programa.

Depois de mais de uma década sem que a TV Globo atualizasse o prêmio do BBB, o apresentador Tadeu Schmidt anunciou a novidade no início de janeiro.

De acordo com o apresentador, nem que ele quisesse poderia responder o valor exato da premiação.  “Só dá para responder depois”, disse ele, alertando que o prêmio aumenta de acordo com o andamento do jogo.

Alguns veículos jornalísticos dizem que as famosas provas poderão valer dinheiro. Claro, além da tão sonhada liderança, que impede que o jogador seja eliminado e ainda indique alguém ao “paredão”.

Por outro lado, outras fontes afirmam que a cada “paredão” vencido, os jogadores acumularão dinheiro. E, assim, esse montante poderá ser adicionado ao prêmio de R$ 1,5 milhão, no caso do vencedor do reality.

Prêmio do BBB: quanto os vencedores ganharam em cada edição (e valores atualizados)

A primeira edição do Big Brother Brasil, em 2002, pagou ao vencedor Kleber Bambam o prêmio de R$ 500 mil. Considerando o cálculo da correção de valores pelo IGP-M, o prêmio seria equivalente a cerca de R$ 2,6 milhões.

As edições seguintes, até o BBB4, realizado em 2004, pagaram o mesmo valor da edição de estreia.

Em 2005, o BBB5 passou a pagar R$ 1 milhão ao grande vencedor. O primeiro a receber a bolada foi Jean Wyllys. Corrigido pelo IGP-M, o prêmio seria equivalente a atuais R$ 3,5 milhões.

O mesmo prêmio de R$ 1 milhão foi pago aos vencedores do BBB até o BBB10, realizado em 2010, que passou a pagar R$ 1,5 milhão, valor que foi praticado até a edição de 2022.

Marcelo Dourado foi o primeiro brother a levar o prêmio máximo que o reality já pagou. Com a correção do IGP-M, o valor pago em 2010 corresponderia a R$ 4,3 milhões.

O que muda na nova premiação do BBB23

A principal mudança na premiação do BBB23 é que ela deixa de ser algo totalmente previsível (uma renda fixa, por exemplo) para ganhar algumas características de renda variável (como ações ou criptomoedas).

Ou seja, o perfil ideal do jogador do BBB23 deve ter mais tolerância a risco do que precisavam ter os participantes anteriores.

Para lidar com essa novidade na premiação, é recomendável que os novos brothers tenham, pelo menos, um perfil de investidor moderado. Isto é, aquele que até topa arriscar, mas mantem um dos pés em ativos seguros.

Já quem tem perfil de investidor arrojado, ou seja, é mais destemido e propenso a riscos, possivelmente consiga lidar ainda melhor com as novas possibilidades do reality e se arriscar mais para alcançar o melhor desempenho. Afinal, este tipo de investidor costuma seguir a lógica de que quanto maior o risco, melhor, porque maior deve ser retorno.

Só para lembrar, o BBB23 estreia na TV Globo no dia 16 de janeiro. Enquanto espera, entenda qual é o seu perfil de investidor e por que isso importa.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias