Notícias

Produtos ligados a juros batem recorde de negociação na bolsa em 2023

Segundo a bolsa, o recorde acontece na esteira do início do ciclo de corte da taxa Selic e dos aprimoramentos realizados nos últimos dois anos

Dados macroeconômicos acima das expectativas, no Brasil e nos EUA, derrubaram índices nesta sexta-feira. Foto: B3

Os produtos ligados a juros no mercado de derivativos bateram recordes de negociação na Bolsa brasileira em 2023, somando 1,2 bilhão de contratos no ano, segundo a B3. O montante equivale a uma média de 4,8 milhões de contratos por dia (ADV) e um crescimento de 60% em relação a 2022.

A B3 afirma que o recorde se dá na esteira do “início do ciclo de corte da taxa Selic e dos aprimoramentos realizados pela B3 nos últimos dois anos”.

O destaque foi o EDS (Exchange Defined Strategies), lançado em maio de 2022, que se consolidou ao longo de 2023 com 30,9 milhões de contratos negociados. O número é mais de 80 vezes maior do que os 370,4 mil negociados em 2022. O ADV deste produto passou de 2,5 mil para 124 mil contratos negociados diariamente.

Trata-se de uma combinação de dois vencimentos diferentes de um contrato para quem quer negociar estratégias da curva de juros do País. Negociando por meio dele, os clientes ganham eficiência operacional e tarifária, em alguns casos chegando a uma redução de até 90% nos custos, se comparado à operação via contratos individuais.

“2023 foi um ano importante para consolidação desses produtos. Os números mostraram um desempenho muito acima de anos anteriores, confirmando que todas as mudanças e lançamentos realizados nos últimos anos pela B3 fizeram com que os produtos aderissem melhor à estratégia dos investidores. Estamos atentos às demandas do mercado para continuar aperfeiçoando nosso portfólio”, afirma Felipe Gonçalves, superintendente de Produtos de Juros e Moedas da B3.

O Futuro de DI, derivativo de juros mais negociado do mundo (em quantidade de contratos), teve um salto de 32% na média diária de contratos negociados, partindo de 2,6 milhões de contratos em 2022 para 3,5 milhões em 2023.

Na Opção de Copom, produto que permite negociar a variação da taxa Selic Meta, definida em reuniões do Comitê de Política Monetária, a média do número de contratos negociados por dia quase dobrou, passando de 1,7 mil em 2022 para 3,1 mil contratos em 2023.

As Opções de IDI, por sua vez, totalizaram 292,2 milhões de contratos no ano, mais de 3 vezes acima dos 91,4 milhões negociados em 2022. O ADV foi de 1,2 milhão de contratos em 2023, contra 362,5 mil em 2022. Por meio desse produto, os clientes conseguem se proteger contra cenários de alta ou baixa das taxas de juros, acrescenta a B3.

O DAP (Futuro de Cupom IPCA), ferramenta de proteção contra flutuações da taxa de juro real brasileira, segue ano após ano quebrando recordes, atingindo 58 mil de ADV em 2023, representando um crescimento de 66% em comparação aos 34 mil alcançados em 2022.

*Agência Estado

Quer aprender mais sobre como investir? Confira o curso gratuito ‘Começando a investir do zero’ no Hub de Educação da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias