Notícias

Vendas no varejo: entenda o dado e quem ele influencia na B3

Nesta quarta-feira, o IBGE divulgou recuo de 0,8% em julho, terceiro mês seguido de queda no setor

Corredor de supermercado. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
A PMC nasceu em 1995, onde coletava dados apenas da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Compras e vendas em supermercados, padarias, farmácias, e até mesmo na internet, todas essas ações fazem parte do dia a dia do brasileiro e estão diretamente ligadas a economia do país. Para mensurar e buscar entender esse comportamento do comércio brasileiro, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) produz a PMC (Pesquisa Mensal de Comércio).

Dentre os principais indicadores que a pesquisa gera, o mais importante é conhecido como vendas no varejo. Sua relevância se dá em sua relação com o PIB (Produto Interno Bruto), onde, em 2019, a correlação das variações dos dois dados respondeu a 70%. Nesta quarta-feira (14), o IBGE divulgou um recuo de 0,8% no mês de julho, o terceiro mês seguido de queda do índice. O resultado demonstra uma recuperação irregular do setor pós-pandemia, ainda muito afetado pela inflação alta que corrói o poder de compra do brasileiro.

A PMC nasceu em 1995, onde coletava dados apenas da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, produzindo indicadores de faturamento real e nominal, pessoal ocupado e salários e outras remunerações do setor de varejo. A versão da pesquisa abrangendo todo o país teve início em 2000.

Em 2004, a pesquisa adotou a metodologia de segmentos e começou a divulgar dados de diferentes categorias de compras e vendas do varejo. Existem as seguintes classificações nas pesquisas divulgadas:

  • Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos;
  • Equipamentos e materiais para escritório, comunicação e informática;
  • Livros, jornais, revistas e papelaria;
  • Material de Construção;
  • Veículos, motocicletas, partes e peças.

O que é varejo?

O varejo é considerado um tipo de venda que é efetuada diretamente para o consumidor final e que os produtos são comercializados em pequenas quantidades, de acordo com a demanda de cada consumidor.

Empresas do varejo que estão listadas em bolsa

Destacada a importância do segmento varejista para a economia brasileira, não seria diferente na bolsa de valores do Brasil. A B3 conta com diversas empresas do setor que são influenciadas pelo comportamento do comércio de varejo brasileiro.

Confira as principais companhias listadas na bolsa do varejo:

  • Americanas (AMER3)
  • Arezzo (ARZZ3)
  • Carrefour (CRFB3)
  • Centauro (SBFG3)
  • C&A (CEAB3)
  • Grupo SOMA (SOMA3)
  • Lojas Marisa (AMAR3)
  • Lojas Renner (LREN3)
  • Magazine Luiza (MGLU3)
  • Via (VIIA3)
  • Vivara (VIVA3)

Quer saber mais sobre como e onde investir? Conheça os cursos gratuitos do Hub de Educação da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias