Renda fixa

Número de investidores em renda fixa aumenta 15% para 17 milhões

O valor sob custódia cresceu 30%, pra R$ 2,1 trilhões

Pessoas e logo da B3 atrás
Pessoas e logo da B3 atrás

O número de pessoas físicas com ativos de renda fixa em suas carteiras aumentou 15% no ano passado, de 14,8 milhões para 17,1 milhões, segundo a B3, a bolsa do Brasil. Além do número de investidores, cresceu também o valor sob custódia, que foi de R$ 1,64 trilhão para R$ 2,1 trilhões, uma alta de 30%.

O produto de renda fixa com mais investidores é o CDB, título emitido por bancos e que conta com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). São 11,7 milhões de investidores pessoas físicas, alta de 12% em relação ao mesmo período de 2022, com saldo de R$ 712,3 bilhões no total e saldo mediano de R$ 6 mil.

As debêntures tiveram um aumento de 103 mil investidores (28%), totalizando 471 mil pessoas. O saldo chegou a R$ 119,9 bilhões, o que representa alta de 24% no período.

Entre os produtos cujos rendimentos são isentos de imposto de renda, os CRAs (Certificados de Recebíveis do Agronegócio) cresceram 51% em número de investidores pessoas físicas (155 mil) e 42% em valor investido (R$ 100 bilhões). Os CRIs (Certificado de Recebíveis Imobiliários), por sua vez, chegaram a 107 mil investidores pessoas físicas – alta de 53%. O saldo em custódia atingiu a marca de R$ 24,8 bilhões, 56% a mais do que um ano antes.

Além disso, as LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) tiveram o maior aumento de investidores entre as aplicações de renda fixa: são 58% a mais em dezembro de 2023 em relação ao mesmo período de 2022. Em valor, o salto foi de R$ 357 bilhões. As LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio) alcançaram 1.744 mil investidores, número 29% maior em relação a dezembro de 2022.

Em relação ao RDB (Recibo de Depósito Bancário), houve alta de 11% no número de investidores (300 mil) e de 30% no saldo total, que alcançou o valor de R$ 33 bilhões.

Tesouro Direto

O número de investidores com títulos do Tesouro Direto superou a marca de 2,5 milhões de pessoas. O estoque cresceu 27% em relação ao fim de 2022, passando de R$ 99,6 bilhões para R$ 126,8 bilhões. O Tesouro IPCA e o Tesouro Selic são responsáveis por 75% do saldo total sob custódia.

Renda variável

Na renda variável, o valor sob custódia aumentou 20% para R$ 551 bilhões. A quantidade de investidores, entretanto, segue estável em 5 milhões.

Entre as pessoas físicas, 43% (1,6 milhão) fizeram ao menos uma operação de renda variável por mês e foram responsáveis por 14% do volume negociado na bolsa.

Na soma dos ativos de renda variável e renda fixa, há um total de R$ 2,6 trilhões sob custódia na B3, aplicados por pessoas físicas. O número de investidores excluindo duplicidades é de 19,1 milhões.

Quer organizar suas finanças? Confira essa trilha do Hub de Educação da B3 e acompanhe cursos gratuitos sobre o tema!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias