Ações

Dividendos e JCPs de agosto: saiba quais ações pagam até o final do mês

Confira o calendário de empresas que pagam dividendos e JCPs no mês de agosto

Mulher de negócios empilhando moedas (Fonte: Adobe Stock)
Todas as empresas brasileiras listadas na B3 que registram lucro têm obrigação de distribuir, no mínimo, 25% desse valor aos seus acionistas. Fonte: Adobe Stock

A maioria das ações que pagam dividendos ou JCPs em agosto tem data-base já vencida. Ou seja, expirou o período para comprar a ação e receber os proventos já na próxima distribuição. Porém, ainda há papéis que podem ser comprados para que o investidor receba algum dinheiro até o final do mês.

A JHSF (JHSF3), do setor de empreendimentos imobiliários, por exemplo, tem como data-base o dia 10 de agosto, próxima quinta-feira. Os investidores que comprarem ações até a data receberão dividendo de R$ 0,04 por ação no dia 21.

Ainda dá tempo também de incluir a Cielo (CIEL3) na carteira. A empresa pagará juros sobre capital próprio de R$ 0,07 por ação no dia 22 para quem entrar até a terça-feira, dia 8.

Em cima da hora

Nesta segunda-feira, 7 de agosto, vence o prazo para adquirir ações da Taesa (TAEE3; TAEE4; TAEE11). Os investidores podem receber de R$ 0,09 a R$ 0,28 pagos em dividendos ou JCPs a serem distribuídos no dia 29.

Segunda quinzena

Na segunda metade de agosto, ainda dará para comprar papéis com a intenção de receber proventos no mês. A Taurus (TASA3; TASA4), fabricante de armas, colocou como data limite o dia 21 de agosto para pagamento de R$ 0,10 por ação de dividendos no dia 31.

Também no último dia do mês, a Panvel (PNVL3), rede de farmácias, vai distribuir proventos. O valor será de R$ 0,05 por ação em JCP  para quem comprar os papéis até o dia 22 de agosto.

Ressalvas

Comprar ações pensando apenas no recebimento de proventos no curto prazo pode não ser a melhor estratégia, tendo em vista que a empresa desconta o que foi pago em dividendos e JCPs do preço final da ação.

Sendo assim, depois do pagamento, o bolso do investidor pode estar cheio, mas o valor do ativo foi, em parte, esvaziado, e a venda imediata do papel pode significar prejuízo.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias