Renda variável

Confira o calendário de dividendos de agosto

Mais de 30 empresas distribuem proventos para seus acionistas neste mês

As ações da Petrobras operam em forte queda nesta terça-feira, 22/11, após o UBS rebaixar a recomendação e o preço alvo da estatal. O pedido do senador Jean Paul Prates (PT-RN) para que a Petrobras suspenda qualquer venda de ativo em curso até a mudança de governo, também puxa os papeis da companhia para o negativo. Prates foi indicado pelo governo de transição para conduzir os trabalhos do subgrupo de petróleo, gás natural e biocombustíveis. Ele é cotado para assumir o comando da empresa. Por volta das 14h30, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) estavam em baixa de 3,40%, a R$ 22,77. As ordinárias (PETR3) caiam 3,05%, a R$ 26,24. A queda das ações da estatal ocorre mesmo em meio à alta do petróleo. Os preços dos contratos do Brent, a referência global, para janeiro avançava, 2,22%, a US$ 89,36 o barril, na ICE, em Londres. Enquanto os preços dos contratos para o mesmo mês do WTI, a referência americana, subiam 2,39%, a US$ 81,83 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex). O Ibovespa operava em queda de 0,81%, aos 108.857 pontos. Pedido para suspender as vendas O senador Jean Paul Prates, que integra o grupo de Minas e Energia da transição governamental, disse que será enviado à Petrobras um pedido para que a estatal suspenda a venda de ativos, como refinarias, até a posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Prates conversou com jornalistas logo após o encontro com o Ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida. "O ministro se comprometeu suspender qualquer decisão de caráter estrutural e estratégico até a mudança de governo. Ele [ministro Adolfo Sachsida] vai nos colocar em contato com a Petrobras e vamos conversar o quanto antes”, afirmou o senador após a reunião da equipe de transição com o ministro de Minas e Energia. O grupo quer paralisar principalmente, segundo analistas do setor de petróleo, a venda do gasoduto Bolívia-Brasil, da Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG). Segundo Prates, a negociação envolve política externa e o governo atual não pode fazer a venda a toque de caixa. Em relação as refinarias, o senador ponderou que não é possível paralisar aquelas que estão com processos mais avançados de venda, mas outras que não iniciaram ou que começaram recentemente podem ser suspensas. "Nós nos manifestamos várias vezes, o presidente Lula também, contra a venda de ativos dessa forma que está sendo feita. Não quer dizer necessariamente que não haja venda de ativos no futuro, mas isso é uma avaliação que vai caber com muita parcimônia e cuidado à nova gestão", explicou. Política de preços e isenções Questionado pelos jornalistas sobre mudanças na política de preços, Prates afirmou que a discussão se dará dentro do novo governo. "Não é a Petrobras que define política de preço [de combustíveis]", disse. A Petrobras adota desde 2016 a política de Preço de Paridade Internacional (PPI). Nela o preço dos combustíveis nas refinarias é reajustado conforme a cotação do dólar e do preço do barril de petróleo no mercado internacional. Jean Paul Prates comentou ainda sobre o impacto do fim da isenção de impostos federais sobre os combustíveis – o PIS e a Cofins – que termina no fim de dezembro. Segundo o senador, a questão será avaliada “a luz da macroeconomia”. Rebaixamento das ações Na segunda-feira, 21/11, o UBS rebaixou de compra para venda a recomendação para as ações da Petrobras. O banco cortou ainda o preço-alvo em mais de 50%: de R$ 47 para R$ 22. Segundo o UBS, há uma falta de clareza sobre o futuro da companhia no próximo governo, e que medidas adotadas desde 2016 podem ser revertidas.
Por volta das 14h30, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) estavam em baixa de 3,40%, a R$ 22,77. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Foco de grande parte dos investidores, os dividendos são a distribuição dos lucros de uma empresa entre aqueles que têm uma parte dela, ou seja, seus investidores. Em agosto, a lista de companhias que pagam seus proventos é grande – mais de 30 –, com destaque para a Petrobras, que distribuirá um valor recorde.

Todas as empresas brasileiras listadas na B3 que registram lucro – informação divulgada no balanço – têm obrigação de distribuir, no mínimo, 25% desse valor aos seus acionistas, seja por dividendo ou JCP (Juros sobre Capital Próprio). Mas a fatia pode até ser maior, se a empresa decidir.

A Petrobras, por exemplo, anunciou no dia 28 de julho que vai distribuir um total de R$ 87,8 bilhões em dividendos, que serão divididos em duas parcelas, uma em agosto e outra em setembro. O valor, referente aos resultados do segundo trimestre de 2022, gerou um dividendo de R$ 6,73 por ação da companhia, sejam ações ON (PETR3) ou PN (PETR4).

Para participar das distribuições dos lucros das empresas, o investidor precisa comprar a ação até uma data específica – caso ela ainda não faça parte de sua carteira. Essa data é conhecida como “Data com”, e é divulgada pela empresa junto com as outras informações do pagamento dos proventos, como a data do crédito ao acionista e o valor por ação.

Você sabia?

Como a empresa já paga o IRPJ sobre o lucro, os dividendos são isentos de impostos para os acionistas. No caso do JCP, o investidor precisa declarar o valor recebido e pagar uma alíquota de 15% no Imposto de Renda.

Confira o calendário de dividendos e JCP que serão pagos em agosto:

1º de agosto

Bradesco – JCP
Valor por ação: R$ 0,017 para Bradesco ON (BBDC3) e R$ 0,019 para Bradesco PN (BBDC4)
Data com: 01/07/2022

Banco Banestes – JCP
Valor por ação: R$ 0,021 para ações ON e PN, BEES3 e BEES4
Data com: 30/06/2022

Itaú Unibanco – JCP
Valor por ação: R$ 0,0176 para ações ON e PN, ITUB3 e ITUB4
Data com: 30/06/2022

Monteiro Aranha – Dividendo e JCP
Valor por ação: R$ 1,31 em dividendo e R$ 0,735 em JCP para ações MOAR3
Data com: 19/07/2022

5 de agosto

Unipar – Dividendo
Valor por ação: R$ 1,13 para ações UNIP3, e R$ 1,25 para as ações UNIP5 e UNIP6
Data com: 26/07/2022

10 de agosto

Iguatemi S.A – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,016 para ações IGTI3, R$ 0,05 para ações IGTI4 e R$ 0,114 para units, IGTI11
Data com: 29/04/2022

Ultrapar – JCP
Valor por ação: R$ 0,41 para ações UGPA3
Data com: 23/05/2022

11 de agosto

Klabin – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,072 para ações KLBN3 e KLBN4 e R$ 0,36 para units KLBN11
Data com: 01/08/2022

12 de agosto

Copasa – JCP
Valor por ação: R$ 0,14 para ações CSMG3
Data com: 21/06/2022

15 de agosto

Intelbras – Dividendo e JCP
Valor por ação: R$ 0,13 em dividendo e R$ 0,06 em JCP para ações INTB3
Data com: 28/06/2022 para JCP e 01/08/2022 para dividendo

Banco BTG – JCP
Valor por ação: R$ 0,104 para ações BPAC3 e BPAC5, e R$ 0,313 para units BPAC11
Data com: 04/08/2022

16 de agosto

Coelba – Dividendo
Valor por ação: R$ 2,58 para ações CEEB3 e CEEB5, e R$ 2,84 para ações CEEB6
Data com: 01/08/2022

Cosern – Dividendo
Valor por ação: R$ 1,16 para ações CSRN3 e R$ 1,27 para ações CSRN5 e CSRN6
Data com: 01/08/2022

Elektro – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,735 para ações EKTR3 e R$ 0,81 para ações EKTR4
Data com: 01/08/2022

São Martinho – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,397 para ações SMTO3
Data com: 29/07/2022

17 de agosto

Weg – Dividendo e JCP
Valor por ação: R$ 0,13 em dividendo e R$ 0,043 em JCP para ações WEGE3
Data com: 24/06/2022 para JCP e 22/07/2022 para dividendo

18 de agosto

Tegma – Dividendo e JCP
Valor por ação: R$ 0,28 em dividendo e R$ 0,093 em JCP para ações TGMA3
Data com: 08/08/2022

23 de agosto

Modalmais – JCP
Valor por ação: R$ 0,022 para ações MODL3 e MODL4, e R$ 0,056 para units MODL11
Data com: 11/08/2022

24 de agosto

Fras-le – JCP
Valor por ação: R$ 0,09 para ações FRAS3
Data com: 19/07/2022

Indústrias Romi – JCP
Valor por ação: R$ 0,20 para ações ROMI3
Data com: 13/06/2022

25 de agosto

Energisa Mato Grosso – Dividendos
Valor por ação: R$ 1,2 para ações ENMT3 e ENMT4
Data com: 15/08/2022

Gerdau – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,71 para ações GGBR3 e GGBR4
Data com: 15/08/2022

Jalles Machado – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,18 para ações JALL3
Data com: 26/07/2022

Randon – JCP
Valor por ação: R$ 0,214 para ações RAPT3 e RAPT4
Data com: 20/07/2022

26 de agosto

Metalúrgica Gerdau – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,36 para ações GOAU3 e GOAU4
Data com: 15/08/2022

Celulose Irani – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,096 para ações RANI3
Data com: 08/08/2022

Localiza – JCP
Valor por ação: R$ 0,175 para ações RENT3
Data com: 30/06/2022

WLM – JCP
Valor por ação: R$ 0,086 para ações WLMM3 e R$ 0,094 para ações WLMM4
Data com: 06/07/2022

29 de agosto

BB Seguridade – Dividendo
Valor por ação: R$ 1,036 para ações BBSE3
Data com: 17/08/2022

Minerva – Dividendo

Valor por ação: R$ 0,219 para ações BEEF3
Data com: 17/08/2022

30 de agosto

Itaú Unibanco – JCP 
Valor por ação: R$ 0,307 para ações ITUB3 e ITUB4
Data com: 18/08/2022

Hermes Pardini – JCP
Valor por ação: R$ 0,12 para ações PARD3
Data com: 16/08/2022

31 de agosto

Alupar – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,15 para ações ALUP3 e ALUP4, e R$ 0,45 para units ALUP11
Data com: 11/04/2022

Grendene – Dividendo e JCP
Valor por ação: R$ 0,009 em dividendo e R$ 0,02 em JCP para ações GRND3
Data com: 11/08/2022

Celulose Irani – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,0957 para ações RANI3
Data com: 08/08/2022

Petrobras – Dividendo e JCP
Valor por ação: R$ 2,94 em dividendo e R$ 0,43 em JCP para ações PETR3 e PETR4
Data com: 11/08/2022

Santanense – Dividendo
Valor por ação: R$ 0,009 para ações CTSA3 e R$ 0,01 para ações CTSA4
Data com: 29/04/2022

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias