ETFs

10 ETFs sustentáveis para você diversificar a sua carteira

Conheça opções de investimentos em renda variável que levam em conta aspectos ambientais, sociais e de governança

Mãos segurando celular em uma área verde. Foto: AdobeStock
Os ETFs são como uma espécie de cesta de ativos que compõem um índice de referência. Foto: AdobeStock

A busca por investimentos ESG, ainda mais em tempos de Cúpula do Clima das Nações Unidas (COP-27), é cada vez maior. Um estudo da consultoria EY, realizado a cada dois anos, mostrou no último trimestre de 2020, que 78% dos brasileiros classificaram o tema como relevante para a escolha de investimentos, enquanto 48% dos entrevistados globais e 70% dos latino-americanos concordaram com a afirmação. Esta foi a primeira vez que o tema foi destacado pelos entrevistados no país.

Muitas pessoas entendem que empresas com ações ambientalmente responsáveis, socialmente corretas e com boas práticas de governança têm mais chances de prosperar no longo prazo – logo, são bons investimentos. Mas como investir pensando em ESG?

Uma das opções de renda variável são os Fundos de índices (ETFs), atrelados a índices do tema.

Os ETFs são como uma espécie de cesta de ativos que compõem um índice de referência. Um deles é o BOVA11, que reúne as ações das empresas na carteira do Ibovespa B3, o principal indicador da bolsa brasileira. Mas, enquanto o Ibovespa B3 leva em conta o volume de negociações das empresas, entre outros fatores, há índices compostos por critérios diferentes, incluindo aqueles que observam aspectos ESG (ambientais, sociais e governança) das companhias.

+ Saiba mais sobre ETFs e diversifique sua carteira

Abaixo, reunimos 11 ETFs sustentáveis disponíveis na B3 e que podem ser ativos para quem busca diversificar a carteira com investimentos ESG.

Conheça as opções de ETFs ESG:

ECOO11 – Ishares Índice Carbono Eficiente (ICO2) Brasil

Criado pela BlackRock, uma das maiores gestoras de ativos do mundo, o ETF acompanha a variação do índice ICO2 B3. O Índice Carbono Eficiente tem foco nas companhias que demonstram compromisso com a transparência de suas emissões de carbono. Desde 2020, o ICO2 é composto por empresas convidadas pela B3 dentre as que compõem o Índice Brasil IBrX 100 B3.

ELAS11 – Safra ETF Mulheres na Liderança

Voltado para o lado social do ESG e com foco na diversidade de gênero, o fundo gerido pela Safra Asset busca acompanhar a variação do índice Teva ESG Mulheres na Liderança, que reflete o desempenho de ações de empresas que lideram o ranking Teva de Igualdade de Gêneros. Esse score é calculado com base no percentual de presença feminina na alta gestão das companhias.

ESGB11 – BTG Pactual ESG

O ETF da BTG acompanha a variação do S&P/ B3 Brasil ESG, índice da S&P Dow Jones Indices que mede o desempenho de ativos que atendem aos critérios de sustentabilidade ponderados pelo S&P DJI ESG Score. O índice exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais como venda de armas e tabaco, no seu desempenho nas cláusulas do Pacto Global da ONU (UNGC em inglês) e também em empresas sem pontuação ESG da S&P DJI. A revisão do índice ocorre uma vez ao ano.

ESGD11 – Trend ETF MSCI EAFE ESG

Gerido pela XP, o ETF é atrelado ao índice MSCI EAFE Extended ESG Focus. Ele é baseado no MSCI EAFE, que inclui ações de empresas sediadas em mercados desenvolvidos (DM) em todo o mundo, excluindo os EUA e o Canadá. O índice pretende maximizar a exposição a ações com fatores ambientais, sociais e de governança (ESG) positivos. Ele é diversificado em segmentos da economia e tem como alvo empresas com classificação ESG elevada em cada setor.

ESGE11 – Trend ETF MSCI Emerging Markets ESG

Também gerido pela XP, o fundo acompanha a variação do índice MSCI Emerging Markets Extended ESG Focus. Ele tem como base o MSCI Emerging Markets, que inclui ações de empresas sediadas em Mercados Emergentes (EM). Também projetado para maximizar a exposição a fatores ambientais, sociais e de governança (ESG) positivos.

O índice é diversificado em setores e tem como alvo empresas com classificação ESG elevada em cada setor. Tabaco, armas não convencionais, armas de fogo civis, carvão térmico e areias betuminosas não são setores elegíveis para esse índice.

ESGU11 – Trend ETF MSCI USA ESG

Mais uma opção de ETF gerida pela XP e atrelada a índice do exterior é o Trend ETF MSCI USA ESG, que acompanha a variação do MSCI USA Extended ESG Focus. Ele é baseado no MSCI USA, composto por ações de empresas americanas e projetado para maximizar a exposição a fatores ambientais, sociais e de governança (ESG) positivos.

O índice é diversificado em setores e tem como alvo empresas com altas classificações ESG em cada setor, e também exclui segmentos como tabaco, armas não convencionais, armas de fogo civis, carvão térmico e areias betuminosas.

GOVE11 – It Now IGCT

Voltada para a letra G do ESG, que diz respeito à governança, o ETF gerido pelo Itaú busca acompanhar a variação do índice IGCT B3 Governança Corporativa Trade, índice com foco no desempenho das ações emitidas por empresas que voluntariamente adotam padrões de governança corporativa mais sofisticados do que os exigidos pela Lei das S.A.s, e tem como base as ações de empresas integrantes do IGC que atendam a critérios de liquidez mais relevantes.

ISUS11 – It Now ISE

Também gerido pelo Itaú, o fundo busca acompanhar a variação do índice ISE B3 Sustentabilidade Empresarial, que tem foco no desempenho das empresas listadas na B3 sob o aspecto da sustentabilidade corporativa, baseada em eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança corporativa.

REVE11 – It Now Russell 1000 Green Revenues 50

Mais um dos ETFs do Itaú voltado para o ESG, este segue o índice norte-americano Russell 1000 Green Revenues 50, um índice da FTSE Russell. Ele acompanha o desempenho de empresas de grande porte dos Estados Unidos que estão engajadas na transição para uma economia verde, de acordo com o modelo FTSE Russell’s Green Revenues. O índice é reavaliado duas vezes ao ano e compreende as 50 principais empresas do índice Russell 1000, baseando-se na capitalização de mercado e na porcentagem de receitas oriundas de atividades consideradas verdes.

YDRO11 – It Now S&P Kensho Hydrogen

ETF focado em hidrogênio, o fundo do Itaú é atrelado ao índice S&P Kensho Hydrogen Economy da S&P Dow Jones Indices, que visa a acompanhar o desempenho de empresas focadas na economia do hidrogênio, incluindo aquelas companhias especializadas na produção, armazenamento e transporte de hidrogênio, bem como na concepção e fabricação de células a combustível. A revisão do índice é realizada semestralmente em maio e novembro.

Gostou do conteúdo e quer se aprofundar ainda mais em ETFs? Conheça os cursos grátis da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias