ETFs

Primeiro ETF de Milho começa a ser negociado na bolsa brasileira

Com o ticker CORN11, ETF será referenciado ao Índice Futuro de Milho B3, usado para proteger produtores e investidores da variação de preço da commodity

Espiga de milho
Junho é o momento da colheita do milho, e não é coincidência que seja quando ele é mais consumido devido às festas juninas.

Nesta quinta, dia 27, um toque de campainha realizado na bolsa de valores marcou o início de negociação das cotas do primeiro ETF referenciado ao Índice Futuro de Milho B3 (IFMILHO B3). O BB ETF IFMILHO, da BB Asset Management, é negociado com o ticker CORN11.

Criado em setembro, o índice acompanha o desempenho de uma carteira teórica de contratos futuros de Milho (CCM), usado para proteger produtores e investidores da variação de preço da commodity.

“O milho é uma das principais commodities brasileiras e seu contrato futuro é hoje o derivativo agropecuário mais negociado aqui na bolsa. O lançamento deste ETF vai trazer ainda mais visibilidade e consequentemente liquidez para o contrato futuro, além de permitir que os investidores, inclusive pessoas físicas, possam alocar capital em mais um produto ligado ao agronegócio brasileiro”, afirma Louis Gourbin, superintendente de Commodities da B3.

Segundo Aroldo Medeiros, CEO da BB Asset, “o CORN11 traz uma grande inovação para o mercado de ETFs brasileiro e permite que qualquer investidor com disponibilidade de R$ 10,00 possa acessar uma das mais relevantes commodities agrícolas mundiais, o milho. Mais do que diversificação de investimentos, estamos falando de democratização e simplificação do acesso a este mercado”.

Como o IFMILHO B3 é calculado?

A cesta do IFMILHO B3 é composta por Contratos Futuros de Milho (CCM), negociados a cada dois meses. Por isso, a frequência da rolagem de um contrato para o seguinte na composição do índice é bimestral.

O índice é calculado diariamente, com base no preço de ajuste do primeiro vencimento do futuro de milho. Durante cinco pregões anteriores ao vencimento do contrato vigente, a partir do 9º dia útil anterior, será criada uma cesta, na qual o preço do índice será uma média ponderada entre a variação do preço do contrato vigente e o preço do contrato com vencimento imediatamente subsequente.

Essa ponderação será feita de forma gradual, conforme a tabela abaixo:

9º último dia útil antes do primeiro vencimento8º último dia útil antes do primeiro vencimento7º último dia útil antes do primeiro vencimento6º último dia útil antes do primeiro vencimento5º último dia útil antes do primeiro vencimento
Peso do primeiro vencimento80%60%40%20%0%
Peso do segundo vencimento20%40%60%80%100%

O ETF (Exchange Traded Fund) é um fundo de investimento com cotas negociadas em bolsa, que replica o desempenho de um índice de referência.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias