Renda variável

O dia no mercado: leve queda do dólar

Deflação menor que o esperado pelo mercado do índice tende a levar o mercado de juros a elevar os contratos em DI

Notas de dólar. Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
Baixa do dólar é resultado da alta de outras moedas, como o Euro. Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O dólar iniciou a sexta-feira (9) com leve baixa nos segmentos à vista e futuro, confirmando a tendência que já vinha sendo sinalizada pelo mercado internacional. Isso acontece como um resultado da alta de outras moedas, como o Euro, em uma demonstração de que o apetite por risco está restaurado na maioria das praças hoje, apesar dos reiterados sinais de endurecimento da política monetária na Europa e nos Estados Unidos. 

No Brasil, o destaque da manhã é o resultado de agosto do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O índice de preços utilizado como referência para a política monetária do Banco Central teve deflação de 0,36% em agosto, contra queda de 0,68% em julho. A taxa acumulada no ano ficou em 4,39% e o resultado acumulado em 12 meses foi de 8,73%, acima da mediana das projeções, de 8,69%.

Essa deflação menor que o esperado pelo mercado leva o mercado futuro de juros a elevar as taxas curtas dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI). Já as taxas longas recuam em sintonia com o dólar.

Quer saber mais sobre como investir em ações? Confira aqui

O maior apetite por risco também tende a ser reflexo da desaceleração da inflação chinesa e fornece sinal verde para que as autoridades do país sigam com os planos de concessão de estímulos econômicos. O índice de preços ao consumidor (CPI) da China subiu 2,5% na comparação anual da agosto, em comparação com um aumento de 2,7% em julho. As bolsas na Ásia fecharam em alta.

O Banco da Inglaterra (BoE) decidiu adiar a decisão de política monetária que ocorreria na próxima quinta-feira, 15, para 22 de setembro, em respeito ao luto pela morte da rainha Elizabeth II. A monarca morreu ontem aos 96 anos.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias