Notícias

Alexandre Lafer: “Acreditamos em imóveis como fator de mudança social”

Em entrevista ao programa B3 Convida, o fundador da Vitacon e CEO da Housi falou sobre empreendedorismo e a importância do mercado imobiliário para a sociedade

Empresário Alexandre Lafer sentado em um sofá. Foto: Divulgação
Lafer, que nunca teve carteira assinada, se diz apaixonado pelo risco e a resiliência do empreendedor. Foto: Divulgação

Empreendedor por paixão e herança, Alexandre Lafer Frankel, fundador da Vitacon, desenvolvedora imobiliária, e fundador e CEO da Housi, plataforma de moradia por assinatura, falou ao B3 Convida sobre sua carreira no empreendedorismo e o cenário do mercado imobiliário para suas empresas.

Descendente de uma família judia que veio ao Brasil fugindo da Segunda Guerra Mundial, Alexandre dedicou sua vida ao empreendedorismo, assim como seus pais e avós. Uma lembrança marcante da infância é a luta de seus avós, que nem falavam português, por uma vida melhor.

Para ele, a principal lição que veio de casa é o “bom nome”, de que o nome antecede a pessoa, por isso a necessidade de prezar pela honestidade. “Ele é o que você carrega ao longo de toda sua vida, que você vai construindo e te leva a outros patamares”.

Lafer, que nunca teve carteira assinada, se diz apaixonado pelo risco e a resiliência do empreendedor, mas que nunca se deixou deslumbrar pelo dinheiro que veio com o sucesso. “Sou um cara muito pé no chão em relação ao dinheiro, muito simples e sem ostentação. Entendo muito a importância de se usar o dinheiro reinvestindo, fazendo ele girar outros negócios e sabendo o seu valor no negócio”.

Confira a entrevista completa de Alexandre Lafer ao B3 Convida:

A Housi no Brasil

A plataforma de moradia por assinatura Housi conecta imóveis a diversos serviços, buscando um conceito de imóveis inteligentes e digitais. Para Alexandre, a visão é que os imóveis são completamente analógicos até hoje, mas a Housi conecta esse imóvel a infinitos serviços, como carro compartilhado, mercado no térreo do prédio, adega e farmácia autônomas.

“Estamos transformando o mercado imobiliário com algo completamente diferente, que possibilita uma revolução nas vidas das pessoas que nunca foi vista antes no mercado. Assim como você pode ter os aplicativos que você ama no seu celular, você pode ter as funcionalidades que você ama no seu prédio”, afirma.

Quando surgiu a ideia

A Housi surgiu como uma área da Vitacon, incorporadora especializada em moradias compactas, para ajudar o investidor a ter sucesso na organização e decoração do imóvel para vender ou alugar.

“Com 6 meses veio um aporte de um fundo de investimento da Califórnia, Estados Unidos, e entrou a pandemia logo em seguida, com isso focamos em moradia. Recebi uma proposta de um amigo no sul do país que estava construindo um prédio e queria usar a ideia. Foi meio por acaso, não estávamos esperando, mas logo vimos que fazer uma moradia digital e inteligente seria o grande passo. Dali não parou mais. Hoje temos diversas grandes marcas que admiramos e que estão integradas na plataforma, como a Localiza, Magalu, ifood e Unilever”.

Confira outros trechos de destaque da entrevista:

Cuidado com práticas ESG

“A gente entendeu que grande parte dos incorporadores são pequenos construtores de imóveis,de quem os conceitos ESG estão muito distantes. Então começamos nós mesmos a fazer iniciativas como usar materiais sustentáveis, energia limpa, o compartilhamento de bens, que consome menos insumos e emite menos carbono. Também implementamos uma série de sistemas que geram governança.”

“Quando plugamos a Housi a esses incorporadores, aquele projeto se torna um projeto ESG. Estamos até negociando com instituições financeiras para que essas empresas tenham acesso a financiamentos mais baratos por conta do ESG, quando fazem parceria conosco.”

Qualidade de vida urbana

“Queremos criar ambientes que façam as pessoas saírem de casa, ter experiências com a cidade e com outras pessoas, por isso nossos espaços costumam ser abertos não só para quem mora no prédio. Vejo que o mercado imobiliário tem o poder de mudar a qualidade de vida das pessoas, mas infelizmente isso acontece muito pouco. Há muito comportamento egoísta no meio, que não enxerga a responsabilidade”.

“Prefiro acreditar em um mundo melhor, e sei que essa consciência coletiva está um pouco adormecida nas pessoas. Mas, se criarmos um ambiente de confiança e responsabilidade, ela volta à tona”.

FII da Housi (HOSI11)

“Lançamos o fundo e logo veio a pandemia, o aumento de juros, e fez a renda variável sofrer, mas os produtos estão indo bem. Estamos esperando pelo fim dos juros altos para que tenhamos uma recuperação e, com isso, poder realizar os grandes planos que temos em mente”.

Mercado imobiliário e juros altos

“O efeito dos juros foi mais impactante no mercado imobiliário do que a própria pandemia, pela dificuldade do financiamento. Vemos isso com a Vitacon, que sofre mais com as vendas, mas estamos longe de outras crises, ainda estamos conseguindo movimentar.

A Housi, de aluguel, tem crescido absurdamente, já que o déficit habitacional no país é grande. Temos oscilações, mas, se olharmos no médio e longo prazos, é um mercado que vai performar muito bem nos próximos anos”.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.