Notícias

Black Friday: o que esperar da edição de 2022?

Copa do Mundo promete movimentar comércio; consumidores começaram a pesquisar preços com antecedência

Pessoas caminhando em frente a loja
Maior procura neste ano será por eletrodomésticos e artigos eletrônicos. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Após resultados abaixo da expectativa em sua última edição, a Black Friday deste ano promete movimentar mais os consumidores. Foi essa conclusão de uma pesquisa realizada pelo Instituto Reclame Aqui entre os dias 17 e 18 de agosto.

Outra característica da próxima Black Friday será a grande participação do PIX em transações via e-commerce. A modalidade de pagamento oferece vantagens a lojistas e consumidores, pois os pagamentos são recebidos no momento da transação.

No lado específico dos lojistas, há menos custos operacionais com o PIX, se comparado a outras modalidades de pagamento, como cartões de crédito e débito.

Para os consumidores, há maior facilidade, já que o PIX é amplamente aceito em compras feitas pela internet, diferente, por exemplo, do boleto bancário, modalidade não aceita em 50% das transações de e-commerce, segundo dados da Associação Brasileira do Comércio Eletrônico (ABComm).

Nesse sentido, também é importante destacar que o e-commerce foi predominante na edição do ano passado; já na de 2022, espera-se que o omnichannel – com compra online e retirada na loja – seja o método mais usado.

O que foi a ‘Black Friday da Mercearia’?

A edição de 2021 ficou conhecida como Black Friday da Mercearia, pois a maior parte das compras ficou por conta dos sites de supermercado. Já na deste ano, é esperado que a maior procura seja por eletrodomésticos, eletroportáteis e eletrônicos.

+ PlayStation 5: como encaixar a compra do console no orçamento?

Além disso, os consumidores não se engajaram tanto em 2021; segundo a pesquisa, 76,2% dos entrevistados afirmaram não ter comprado na última Black Friday. Já 47% afirmaram que irão comprar neste ano.

Para a presente edição, comerciantes e lojistas não esperaram pela data oficial. O CEO do Reclame Aqui, Edu Neves, explica:

“As marcas que já estão se movimentando e dando descontos, surfando a onda da Black Friday antes da data chegar, estão apostando em uma estratégia de captar o consumidor, que, provavelmente, diante da vantagem antecipada, não vai aguardar novembro.”

Neves também destaca que o maior desafio de fornecer descontos ficará com o varejo, já que a maioria dos fabricantes têm manifestado dificuldades com a inflação de custo.

Ainda de acordo com a pesquisa do Reclame Aqui, 74,4% dos entrevistados consideram o preço como maior influenciador para a compra. Já 66,1% começaram a pesquisar preços antes de novembro, mês da Black Friday.

Quais são as tendências da Black Friday 2022?

Se na edição de 2021 a maioria das compras foi via e-commerce, é esperado que na de 2022 haja predominância do omnichannel, em que a compra é feita online, mas com retirada na loja. O dado é da pesquisa de consumo para o segundo semestre de 2022, realizada pela IM Globo e Behup em julho deste ano.

A pesquisa também projetou crescimento nas vendas do comércio para o segundo semestre de 2022, totalizando aumento de 2,4% na comparação com o mesmo período de 2021.

Entre os fatores que serviram de estímulo, está a Copa do Mundo; o mundial de futebol é uma das principais tendências de consumo da Black Friday. De acordo com a pesquisa, 56% dos entrevistados pretendem comprar algum produto por conta da Copa; deste total, 72% intencionam comprar durante a Black Friday.

No escopo da Copa do Mundo, as intenções de compra estão sobre roupas e acessórios (20% dos entrevistados), eletrônicos, como TV, áudio e vídeo (15%), e artigos de supermercado (14%).

Não deixe de conferir os conteúdos gratuitos do Hub de Educação Financeira da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias