Notícias

Bolsa cai e dólar vai a R$ 5,41 com falta de sinais claros sobre controle de gastos

O mercado financeiro não recebeu bem as indicações de Fernando Haddad, cotado para assumir o Ministério da Fazenda, sobre o cenário fiscal brasileiro

Faxada B3 bolsa de valores
O Ibovespa fechou em baixa de 2,55%, aos 108.976 pontos. Foto: Divulgação B3

A Bolsa do Brasil (B3) encerrou a semana em forte queda e o dólar disparou nesta sexta-feira, 25/11. O mercado financeiro reagiu mal à fala do ex-ministro da Educação Fernando Haddad, cotado para assumir o Ministério da Fazenda do governo eleito, em um evento da Febraban (Federação Brasileira de Bancos). Os investidores avaliaram que Haddad não deu indicações claras sobre o futuro do cenário fiscal.

O Ibovespa fechou em baixa de 2,55%, aos 108.976 pontos. Na mínima do dia chegou a 108.552 pontos. O dólar comercial avançou 1,89% e fechou cotado a R$ 5,41. Na semana, a alta acumulada foi de 0,68%. Os juros futuros também encerraram o pregão no positivo e voltam a acumular alta ao longo da semana. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2024 subiu de 14,31% para 14,48%; e o DI para janeiro de 2027 saltou de 13,40% para 13,58%.

Nova âncora fiscal

No discurso na Febraban, Fernando Haddad disse que o “mais prudente” é fazer a discussão sobre uma nova âncora fiscal para o país apenas em 2023, após a transição. Afirmou ainda que o atual governo estourou o teto de gastos em mais de R$ 800 bilhões e que há diversas propostas de nova âncora publicadas.

Reforma Tributária

A reforma tributária também foi assunto do discurso do ex-prefeito a representantes do setor bancário. Segundo Haddad, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deu “determinação clara” para que seja dada “prioridade total” à reforma tributária a partir de 2023. Ele lembrou da dificuldade de aprovar a reforma nos mandatos anteriores do PT, mas acredita que agora há mais maturidade por parte do Congresso para debater a proposta.

Campos Neto no evento

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto também participou do evento. Em seu discurso, ele voltou a chamar atenção para os riscos de alta da inflação, além da importância da credibilidade fiscal.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.