Notícias

Caged: saldo de emprego é positivo em maio, mas fica abaixo da estimativa

Saldo líquido de vagas criadas no mercado de trabalho formal é positivo em 155.270 vagas em maio, abaixo da mediana estimada por analistas

Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil
É o menor saldo de empregos formais desde o início da série histórica do Novo Caged iniciada em 2020. Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

Após a criação de 181.436 vagas em abril, o mercado de trabalho formal mostrou nova desaceleração e registrou um saldo positivo de 155.270 carteiras assinadas em maio, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira, 29/06, pelo Ministério do Trabalho.

O resultado do mês passado decorreu de 2.000.202 admissões e 1.844.932 demissões. Em maio de 2022, houve abertura de 277.736 vagas com carteira assinada, na série ajustada.

+ Caged: o que você precisa saber sobre o indicador de desemprego

O mercado financeiro já esperava um novo avanço no emprego no mês, mas o resultado veio abaixo da mediana das estimativas de analistas, que era de saldo positivo de 188.682 vagas. As projeções indicavam a abertura líquida de 130.000 a 262.030 vagas em maio.

No acumulado dos cinco primeiros meses de 2023, o saldo do Caged já é positivo em 865.360 vagas. No mesmo período do ano passado, houve criação líquida de 1.103.133 postos formais.

*Com informações da Agência Estado

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.