Empresas

Banco do Brasil aprova distribuição de R$ 351 milhões em dividendos e R$ 1,8 bilhão em JCP

A remuneração será paga no dia 12 de junho tendo como base a posição acionária do dia 1º de junho

Banco do Brasil. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
As ações serão negociadas "ex-direitos" a partir do dia 2 de junho. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

O Banco do Brasil aprovou o pagamento de R$ 351,037 milhões em forma de dividendos e R$ 1,867 bilhão em juros sobre capital próprio (JCP) complementar relativos ao primeiro trimestre de 2023. A remuneração será paga no dia 12 de junho tendo como base a posição acionária do dia 1º de junho, segundo informações da Agência Estado.

Vale lembrar que dividendos nada mais são do que uma parte da distribuição dos bons resultados das empresas de capital aberto. Trata-se de um atrativo adicional para quem investe em ações porque garantem rendimento mesmo em caso de queda do valor do papel.

Isso porque quando um investidor compra a ação de uma empresa, torna-se sócio dela, com direito a uma parte dos lucros, sempre proporcional à sua participação no capital da companhia.

Os proventos (dividendos) das empresas podem ser distribuídos de diversas formas. A escolha é feita pela empresa e visa a atrair novos investidores e recompensar quem já é acionista. O pagamento de dividendos pode ser feito em dinheiro, ações, Juros sobre Capital Próprio (JCP) e direito de subscrição.

+ Dividendos: o que são e como receber esse dinheiro?

Se os dividendos são, então, o lucro de uma empresa distribuído aos seus acionistas, os JCSs são também um tipo de remuneração que uma empresa distribui aos seus acionistas, sócios ou cotistas, mas com a de que há cobrança de Imposto de Renda (IR). 

Na prática, a diferença é que os JCPs são tratados como despesas no balancete, enquanto os dividendos são descritos como lucros pelas companhias. 

Assim, quem escolhe JCP leva uma mordida de IR e tem que pagar 15% sobre o que recebeu. Afinal, a empresa tem essa estratégia justamente para pagar menos no IR dela, então, sobra para você. Já o dividendo é isento.

+ 15 melhores empresas pagadoras de dividendos no Brasil em 2022

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.