Notícias

Estresse global e incertezas políticas derrubam Ibovespa

Bolsa do Brasil (B3) encerrou em baixa de 0,85% aos 102.855 pontos. Na semana, o Ibovespa perdeu 4,34%. Dólar fechou em queda, cotado a R$ 5,29

Tela digital exibindo números
Índices de ações: índices futuros em Nova York registram quedas no começo da sessão. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

A semana termina com incertezas diante da PEC da Transição, da Lei das Estatais e da votação no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre as emendas de relator – o chamado orçamento secreto. No exterior, o péssimo humor dos mercados veio diante da alta dos juros nas economias desenvolvidas que deve se manter por mais tempo.

A Bolsa do Brasil (B3) fechou o pregão desta sexta-feira, 16/12, em queda de 0,85%, aos 102.855 pontos. Na semana, o Ibovespa acumulou queda de 4,34%. Na mínima, o índice bateu nos 102.248 pontos. As maiores baixas vieram das ações de empresas de varejo – mais sensíveis aos juros. Os papéis ordinários do Magazine Luiza (MGLU3) afundaram 9,58%; e Americanas (AMER3) caíram 7,88%.

O dia negativo na cotação das commodities – setor com mais peso na formação do índice brasileiro – puxou os papéis ordinários da Vale (VALE3) para uma queda de 1,84%. Na contramão ficaram as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) que avançaram 4,67%.

O dólar comercial fechou em queda de 0,40% ante o real nesta sexta-feira, em movimento que destoou do exterior. A moeda americana encerrou cotada a R$ 5,29. Na semana, dólar subiu 0,93%.

Os projetos do governo federal seguem sem definição no Congresso Nacional diante do compasso de espera da decisão do STF sobre as emendas de relator. Os parlamentares aguardam se o julgamento do orçamento secreto é ou não inconstitucional. Na segunda-feira, o Supremo deve retomar as discussões. Até ontem, havia cinco votos a favor da derrubada da destinação das emendas de relator para criação de novas despesas, e quatro contra. Faltam os votos dos ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

No exterior, as perdas no mercado financeiro pelo segundo dia consecutivo refletem o tom mais duro dos bancos centrais europeus e o Federal Reserve (Fed) nos Estados Unidos. As autoridades monetárias voltaram a subir juros nesta semana, apesar de uma leve desaceleração no aperto.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias