Imposto de renda

Precisa pagar Imposto de Renda? Veja como quitá-lo

Após o IRPF 2023, o contribuinte ainda poderá ter que pagar caso seja este o resultado da declaração

Imposto de Renda. Foto: Adobe Stock
Ao final da declaração, a Receita Federal informará sua situação e se há imposto a pagar. Foto: Adobe Stock

Por João Paulo dos Santos

O prazo para fazer a declaração do Imposto de Renda 2023 acaba dia 31 de maio. Porém, até para quem já concluiu seu papel como contribuinte pode restar dúvidas, sendo que algumas pessoas podem precisar pagar o imposto após declaração.

Para te ajudar a tirar essas dúvidas, preparamos esse guia para você. Bora ler?

Como fazer o pagamento do Imposto de Renda 2023?

Após fazer a declaração do Imposto de Renda, pode ser que o valor devido pelo contribuinte seja maior que o montante pago ao longo do ano. É o caso de quem tem rendimentos acima do limite de isenção, mas que não são tributados na fonte, por exemplo.

Assim, ao final da declaração, a Receita Federal irá informar sua situação. Se o resultado for imposto a pagar, o contribuinte deverá optar em fazer o pagamento de forma única ou de forma parcelada.

  • Parcela única: o vencimento do pagamento será o último dia do prazo de entrega da declaração (31 de maio de 2023);
  • Parcelamento: poderá ser feito em até oito vezes, mensalmente, desde que cada parcela não seja menor que R$ 50. O vencimento da primeira parcela será no último dia do prazo de entrega da declaração (31 de maio de 2023).

Caso o imposto a pagar seja inferior a R$ 100 o pagamento em parcela única será obrigatório.

Meios de pagar o IR

Há duas formas de pagamento do imposto de renda após a declaração:

  • Por Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), que pode ser emitido pelo próprio programa, pelo Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) ou pelos aplicativos para celular e tablets usados para enviar a declaração;
  • Por débito automático, informando banco, agência e conta.

Contudo, para que a primeira quota (ou única) seja paga por débito automático, a declaração deve ter sido enviada até 10 de maio. Já se a declaração for enviada após esta data, o débito automático será feito a partir da segunda quota e, portanto, a primeira deve ser paga via DARF. 

+ Empréstimo com antecipação da restituição do IR: cuidados essenciais

O pagamento parcelado do Imposto de Renda tem juros?

Quem optar pelo parcelamento do imposto a pagar deve levar em conta o acréscimo de juros e correção. Nesse caso, é cobrado 1% de juros sobre o valor da parcela mais a variação mensal da taxa Selic.

Já em caso de atraso no pagamento, o valor fica ainda mais salgado. Além dos juros, ocorrerá também a incidência de multa de 0,33% ao dia, até o limite de 20% sobre o valor da parcela.

Para mais conhecer mais sobre finanças pessoais e investimentos, confira os conteúdos gratuitos do Hub de Educação Financeira da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias