Notícias

Mercado e Morning Call Safra: libra em queda, Petrobrás em alta

Por aqui, os ativos brasileiros podem ficar mais voláteis com o Ibovespa pressionado diante da queda dos futuros de Nova York e do petróleo

Modedas em cima de dinheiro em papel

Nesta quinta-feira (6), a libra voltou a cair nesta manhã, ainda pressionada por planos fiscais do Reino Unido. Às 6h15 (de Brasília), a moeda britânica era negociada a US$ 1,1298, ante US$ 1,3339 no fim da tarde de ontem, ajudando o índice DXY do dólar a se recuperar e subir 0,15%, segundo dados do MarketWatch.

As bolsas americanas voltaram para o vermelho ontem, depois de dois dias de alta e a expectativa gira em torno do ritmo de alta de juros que poderá ser adotado pelo Fed na próxima reunião. Na quarta, o presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, disse que o mercado de trabalho ainda forte dos EUA dá ao Fed “margem de manobra” para continuar a apertar a política monetária. Ele disse que gostaria de levar os juros para a faixa de 4% a 4,5% até o fim deste ano e mantê-los nesse patamar.

Do outro lado do mundo, as bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em alta.

+ Quais são os sinais de uma recessão mundial?

Por aqui, os ativos brasileiros podem ficar mais voláteis com o Ibovespa pressionado diante da queda dos futuros de Nova York e do petróleo. O EWZ, fundo de índice do Brasil em NY, caía 0,24% no pré-mercado em NY perto das 7h30. O dólar mais forte ante maioria das moedas emergentes e de países exportadores de commodities, como peso mexicano e dólar canadense, pode indicar mais um dia de desvalorização do real após a divisa ter fechado ontem com alta de 0,31%, a R$ 5,1840.

O investidor também segue de olho nas pesquisa e apoios eleitorais na corrida presidencial.

Depois que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep+) anunciou o corte na produção de 2 milhões de barris de petróleo por dia a partir de novembro, membros da diretoria da Petrobrás (PETR3) (PETR4) receberam uma sinalização do governo para que não haja reajuste no preço dos combustíveis até a realização do segundo turno das eleições, em 30 de outubro.

O Moring Call Safra de hoje traz mais sobre isso:

A agenda do dia traz divulgação do IGP-DI de setembro e leilão de LTN e NTN-F do Tesouro (11h00). No exterior, quatro dirigentes do Fed discursam, saem os pedidos de auxílio-desemprego e a secretária do Tesouro, Janet Yellen, discursa sobre desafios da economia global. O Banco Central Europeu (BCE) publica a ata da mais recente reunião de política monetária.

Atualização – 9h30h de Brasília: número de pedidos de auxílio-emprego nos EUA sobem em 29 mil a 219 mil no total, bem acima da previsão do mercado, que era de 203 mil.

Abertura: Ibovespa abre a 117.861,05 pontos em alta de 0,57%

*Com informações da Agência Estado

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias