Notícias

Mercado tem semana de fortes perdas com incertezas fiscais no centro das discussões

Bolsa do Brasil (B3) fechou em queda de 0,76% aos 108.870 pontos. O dólar comercial também ficou no negativo: menos 0,50%, a R$ 5,37

Balcão da b3 em frente a uma tela com gráficos.
Bolsa do Brasil (B3): lançados em 2021, já existem 33 fundos que investem no agronegócio listados na bolsa. Foto: Divulgação/B3

A semana no mercado financeiro foi para esquecer. Assim como nos últimos três dias, a Bolsa do Brasil (B3) fechou no vermelho ainda com as incertezas fiscais no foco. Os relatos de que o ex-ministro Fernando Haddad (PT) seria o favorito para comandar o ministério da Fazenda desagradou os investidores.

Pesou também as declarações do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto de que a política fiscal do governo precisa convergir com a monetária. Sem essa harmonia, o BC pode reagir com elevação da taxa básica de juros (Selic).

O Ibovespa – que chegou a operar acima dos 111 mil pontos pela manhã – inverteu o sinal e fechou a sexta-feira, 18/11, em baixa de 0,76% aos 108.870 pontos. A queda no índice foi puxada pelas ações das empresas varejistas – muito sensíveis a alta dos juros. As ações ordinárias da Via (VIIA3) despencaram 7,88%; Magazine Luiza (MGLU3) derreteu 5,11%; e Americanas (AMER3) baixa de 4,67%.

No mercado de juros futuros, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2024 subia de 14,15% para 14,35%; o DI para janeiro de 2025 passava de 13,57% para 13,73%; a do DI para janeiro de 2026 avançava de 13,37% para 13,50%.

No câmbio, o dólar comercial encerrou em queda, após dois dias seguidos de forte alta. A moeda americana fechou em baixa de 0,50%, a R$ 5,37, mas longe da mínima intradiária de R$ 5,32. Em novembro, o dólar acumula alta de 4,03%. No ano, ainda tem queda de 3,61%.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias