Mercado

IBC-Br: como funciona esse indicador da economia brasileira?

Dado permite acompanhar a evolução da atividade econômica

Letreiro na fachada do BC onde se lê Banco Central do Brasil
A taxa básica de juros do país é um dos instrumentos de combate à inflação e de manutenção da trajetória da dívida pública. Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Entre os indicadores mais conhecidos da economia brasileira, está o Índice de Atividade Econômica do Banco Central – Brasil (IBC-Br), focado na produção dos três setores – indústria, agropecuária e serviços.

O IBC-Br é muitas vezes confundido com o PIB, pois ambos mostram como anda a atividade econômica; porém, possuem metodologias diferentes de cálculo e cada um tem a sua periodicidade de medição e divulgação.

Por que o IBC-Br é importante?

O IBC-Br é um indicador recente, tendo sido divulgado pela primeira vez em março de 2010. A sua formulação respondeu à necessidade de existir um indicador da atividade econômica de frequência mensal, o que é muito importante para auxiliar decisões de política monetária, como a taxa básica de juros (Selic), por exemplo. O IBC-Br é sempre publicado quarenta e cinco dias após o mês de referência.

Qual é a diferença entre PIB e IBC-Br?

Uma das maiores diferenças entre o IBC-Br e o PIB é a frequência de divulgação, pois o último é publicado a cada trimestre. Embora sejam muito parecidos nos dados que utilizam para a formulação dos índices, sendo que ambos se apoiam em diversos dados do IBGE, o IBC-Br considera apenas dados de produção de cada um dos três setores e o volume de importações de determinado período. Em outras palavras, o IBC-Br leva em conta apenas aspectos de oferta.

O PIB também considera os dados citados acima, mas leva em conta as taxas de consumo da população e do governo, além do volume de exportações; portanto, o PIB indica o equilíbrio entre oferta e demanda.

Como o IBC-Br é calculado?

Nota-se como o PIB é um indicador de apuração mais complexa se comparado ao IBC-Br; esse último, em sua formulação, utiliza dados na forma daquilo que os economistas chamam de proxies, isso é, aproximações.

A metodologia baseada em aproximações pode levar a divergências entre os resultados do IBC-Br e do PIB. Mesmo assim, o indicador do Banco Central segue com grande importância para a análise da economia brasileira.

Isso acontece porque o IBC-Br mostra, além da atividade de cada mês, a tendência observada numa sequência temporal. Por exemplo, se após três meses o IBC-Br apresentou resultados positivos, pode-se concluir que existe um crescimento na economia e que irá se refletir na medição do PIB. 

Outro aspecto a ser considerado é que o IBC-Br tem mecanismos de dessazonalização nas medições de cada mês. Isso quer dizer que o índice desconsidera efeitos sazonais, relacionados à época do ano, como, por exemplo, o impacto do Natal sobre o comércio ou o do feriado de Carnaval na produção da indústria.

Como interpretar o IBC-Br?

É um erro comum pensar que o IBC-Br é uma prévia do PIB; isso não é verdade, tendo em vista as diferenças de metodologia. É mais correto assumir que são indicadores complementares, pois enquanto o IBC-Br permite um acompanhamento imediato da economia, por sua frequência mensal, e se baseia em dados mais restritos, o PIB é mais abrangente, tanto em relação aos dados quanto ao período.

Mesmo que as técnicas de aproximações e dessazonalização possam levar a divergências entre os resultados de curto prazo de cada indicador (mensais do IBC-Br e trimestrais do PIB), as diferenças tendem a se compensar em prazos mais longos, como o anual. Desse modo, os resultados anuais de cada indicador costumam ser parecidos.

Quer saber mais sobre economia brasileira? Não deixe de ver o conteúdo preparado pela B3 Educação!

 

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.