Mercado

Ibovespa fecha em alta e dólar cai com inflação dos EUA no radar dos investidores

CPI americano subiu 0,6% em agosto, em linha com as estimativas do mercado

Ibovespa
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

A bolsa de valores hoje fechou em alta, mantendo a direção do pregão anterior, quando avançou quase 1%. Ao mesmo tempo, o dólar registrou queda ante o real.

Assim, o Ibovespa registrou alta de 0,18% no fechamento, a 119.175,97 pontos. Na máxima, o principal índice da bolsa avançou acima dos 119 mil pontos, mas perdeu fôlego durante a tarde.

Além disso, os índices relacionados aos setores de utilities (Util) e financeiro (IFNC) são alguns dos que mais subiram na bolsa de valores hoje. Registram alta de 1,06% e 0,61%, respectivamente.

Dólar hoje

Simultaneamente, o dólar registrou queda de 0,72% em relação ao real, cotado a R$ 4,9173.

Por outro lado, no cenário internacional, a moeda se valorizou. O DXY, índice que compara o dólar com outras moedas importantes, subiu 0,05%, a 104,76 pontos.

Ações em alta

As ações da Infracommerce deixaram para trás o momento ruim da terça-feira, quando caíram mais de 2% e ficaram entre as piores do dia, e emplacaram alta de mais de 15% no pregão da quarta, liderando os ganhos da sessão.

A empresa foi acompanhada a uma certa distância da construtora e incorporadora Viver e do grupo de varejo SBF, que subiram 10% e 6%, respectivamente, e também estiveram entre as maiores altas do dia. Veja a lista das cinco melhores.

  • Infracommerce (IFCM3) +15,54%
  • Viver (VIVR3) +10,32%
  • SBF (SBFG3) +6,38%
  • Alliar (AALR3) +6,21%
  • Dimed (PNVL3) +4,23%

Ações em baixa

Por outro lado, a Via ficou com uma das piores perdas do dia. O grupo varejista teve o maior volume entre as piores do pregão e registrou queda de mais de 5%. Pior que a Via só a Sequoia, de logística, que perdeu mais de 6%. A Brasil Agro também teve queda acentuada, a terceira pior do pregão. Veja a lista completa das piores quedas do dia.

  • Sequoia (SEQL3) -6,06%
  • Via (VIIA3) -5,13%
  • Brasil Agro (AGRO3) -5,72%
  • Eletromídia (ELMD3) -4,87%
  • Priner (PRNR3) -4,83%

Os rankings abrangem as ações com volume acima de R$ 1 milhão no dia. As cotações foram apuradas entre as 17h20 e 17h30, depois do fechamento, mas estão sujeitas a alterações.

Bolsas mundiais na contramão do Ibovespa

Enquanto o Ibovespa avançou, as bolsas de Nova York fecharam sem sincronia, mesmo após o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de agosto dos EUA vir dentro da expectativa. Aparentemente, o indicador não eliminou, na visão do investidor americano, a expectativa de manutenção de uma política monetária restritiva por mais tempo.

O índice Dow Jones fechou com queda de 0,20%, aos 34.575,53 pontos; o S&P 500 subiu 0,12%, aos 4.467,44 pontos; e o Nasdaq teve alta de 0,29%, aos 13.813,59 pontos, atenuando parte da perda de 1,04% da véspera.

As bolsas da Europa fecharam majoritariamente em queda, com Londres contrariando o movimento predominante. O clima de cautela prevaleceu diante da queda além do esperado na produção industrial da zona do euro e do Reino Unido, indicando desaceleração econômica.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 fechou em alta de 0,11%, aos 7536,09 pontos; em Frankfurt, o DAX caiu 0,32%, aos 15665,77 pontos; em Paris, o CAC 40 recuou 0,30%, aos 7230,77 pontos; em Milão o FTSE MIB teve perdas de 0,32%, aos 28494,03 pontos; em Madri, o Ibex 35 cedeu 0,25%, aos 9430,20 pontos; e, em Lisboa, o PSI 20 perdeu 0,22%, aos 6139,75 pontos. As cotações são preliminares.

Inflação americana impacta Ibovespa

A inflação oficial nos Estados Unidos (CPI, na sigla em inglês) subiu 0,6% em agosto, em linha com a expectativa do mercado na leitura mensal, depois de ter variado 0,2% em julho. Dessa forma, a taxa acumulada em 12 meses avançou a 3,7% ante 3,2% da leitura do mês anterior.

“Se viesse acima do esperado, não faria preço para a reunião da semana que vem, mas, sim, para a próxima”, diz Thiago Avallone, especialista em câmbio da Manchester Investimentos.

“Esse CPI em linha ajuda os investidores a seguir com suas compras nos mercados de maiores riscos”, diz o especialista ao se referir a emergentes como o Brasil.

Para o estrategista-chefe da Avenue, William Castro Alves, o dado reforça a visão de que os juros devem permanecer elevados até que haja um impacto maior especialmente no núcleo, que exclui itens mais voláteis como alimentos e energia.

“Leitura da inflação mostrou números mais fortes que o esperado na leitura anual e um núcleo que também veio acima do esperado o que reacende as preocupações com a resiliência da inflação”, diz Castro Alves.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre o como investir com dólar? Confira os cursos grátis no Hub de Educação Financeira da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.