Mercado

Ibovespa se recupera e fecha em alta, impulsionado por commodities; dólar cai

Boletim Focus ajudou a impulsionar os ganhos na bolsa junto com boas perspectivas para as petroleiras

Ibovespa
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil

A bolsa de valores abriu com perspectiva positiva nesta segunda-feira (5), impactada principalmente pelo boletim Focus e alta do preço do petróleo no mercado internacional. Outro ponto positivo para a bolsa brasileira foi a alta do minério de ferro.

Apesar da oscilação ao longo da tarde, com o Ibovespa operando boa parte do dia no vermelho, o fim do pregão foi levemente positivo. O principal índice da bolsa fechou em alta de 0,12%, a 112.696 pontos.

O principal índice da bolsa brasileira terminou a semana passada em alta, subindo 1,81% na sexta, apesar de ter acumulado leve queda ao longo da semana, de 0,29%.

Já o dólar fechou em queda de 0,46% em comparação ao real, cotado a R$ 4,93. A moeda americana fechou a sexta-feira valendo R$ 4,95.

Commodities

As ações das petroleiras brasileiras, com destaque para a Petrobras (PETR3; PETR4), ajudaram a impulsionar o Ibovespa no início do pregão. Isso porque o preço do petróleo subia mais de 2% no mercado internacional naquele momento, com a Arábia Saudita anunciando a redução da produção de petróleo em 1 milhão de barris por dia.

Mais tarde, o Brent futuro perdia força em relação ao começo do dia e passava a operar com alta de 0,32% por volta das 17h15. Com essa desaceleração no preço da commodity, as petroleiras reduziam seus ganhos na bolsa.

As ações da Petrobras, que subiam 1,41% (PETR3) e 1,25% (PETR4) no começo da manhã, fecharam em alta de 0,36% e 1,03%, respectivamente. Já a 3R (RRRP3) fechou em alta de 1,25%.

O minério de ferro subiu 4,5% no mercado internacional, somando alta de 5,6% desde o início do mês, revertendo parte da queda anotada desde o começo do ano. A alta está relacionada às medidas que a China está articulando para aquecer o mercado imobiliário local, grande importador da commodity metálica.

A CSN Mineração subiu 1,50% no pregão, acompanhada pela CSN, que subiu 0,78%. Apesar dos ganhos do setor, a maior companhia do setor, a Vale, perdeu valor no pregão: -0,82%.

Setores

O Bradesco se destacou nesta segunda entre as instituições financeiras de grande porte, subindo 1,81% no final do dia. As ações do Santander avançaram 0,20% e o Itaú subiu 0,22%.

Porém os maiores ganhos entre setores na bolsa ficou com construção, com destaque para a Gafisa, que subiu mais de 30% no dia. As ações da construtora e incorporadora entraram em leilão algumas vezes por conta da alta valorização no pregão. Os papéis fecharam valendo R$ 6,99.

A MRV, outra empresa importante do setor, também subiu: +1,40%. Outra construtora que subiu bem foi a Viver, que avançou quase 3%.

Inflação

boletim Focus , publicado nesta segunda pelo Banco Central, indicou uma redução nas projeções para a inflação ao final de 2023. Há uma semana, o boletim indicava alta de 5,71%, mas a projeção recuou para 5,69%.

Além disso, a projeção para taxa de juros está em 12,50% ao final do ano. Para 2024, a perspectiva é de queda da Selic  para 10%.

PIB também impacta o Ibovespa

A projeção para o PIB brasileiro é também um ponto de atenção no pregão desta segunda. De acordo com o Focus, o Produto Interno Bruto do país deve subir 1,68% em relação ao resultado de 2022.

Esta alta projetada era de 1,26% há uma semana e de 1% quatro semanas atrás. A expectativa aumentou depois da divulgação do PIB do primeiro trimestre, que veio acima do esperado, puxado principalmente pelo setor agropecuário. A alta foi de 1,9%, contra 1,26% de crescimento projetado pelo Focus no início da semana passada.

Quer aprender a diversificar investimentos? Veja este curso gratuito do Hub de Educação da B3 sobre como investir em aplicações fora da poupança.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias