Mercado

Ibovespa sobe 1,03% em 4ª alta consecutiva; dólar vai a R$ 4,87

Bolsa de valores brasileira foi impulsionada hoje por dados do exterior, inflação de serviços no Brasil e alta da Petrobras

Ibovespa
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

A bolsa de valores hoje, nesta quinta-feira (14), fechou o quarto pregão consecutivo em alta, impulsionada por dados do exterior e a inflação do setor de serviços medida pelo IBGE, que veio abaixo do esperado. O Ibovespa, índice de referência da B3 , encerrou o dia subindo 1,03%, aos 119.391 pontos.

Dados econômicos dos EUA surpreendem e reacendem medo inflacionário; veja

Entre os destaques da bolsa nesta quinta-feira que ajudaram o Ibovespa a subir pela quarta vez seguida, as ações de Petrobras ON (PETR3) subiram 2,78%, enquanto as ações preferenciais (PETR4) tiveram valorização de 2,51%. A empresa surfou a alta no petróleo, que fechou acima de US$ 90 pela primeira vez em 2023.

Dólar hoje

Nesta quinta-feira, o dólar caiu para R$ 4,87, equivalente a uma queda de 0,91% em relação ao real brasileiro. A moeda americana sofre desvalorização de 1,69% ante a moeda brasileira em setembro.

Apesar da desvalorização no Brasil, o dólar teve alta no cenário internacional. O DXY, índice que mede o valor da moeda norte-americana contra o euro e outras moedas importantes, teve alta de 0,53%, aos 105,33 pontos.

Melhores ações do Ibovespa

O melhor desempenho da bolsa de valores hoje ficou com o papel da BR Properties, que decolou. As ações ordinárias subiram +37,59%.

A holding Bradespar (BRAP4), que acompanha as ações da Vale (VALE3), ficou em segundo lugar. Reforçadas pela alta no minério de ferro, as ações preferenciais subiram 5,17%

Eis as cinco melhores ações da Bovespa na tarde desta quinta-feira (14). A lista contempla ações cujo volume de negociação no pregão foi igual ou superou R$ 1 milhão. Além disso, ela foi atualizada às 17h30 e está sujeita a alterações.

  • BR Properties (BRPR3): +37,59%
  • Bradespar (BRAP4): +5,17%
  • Bradespar (BRAP3): +4,98%
  • ABC Brasil (ABCB4): +4,40%
  • Terra Santa (LAND3): +4,12%

Piores ações da bolsa de valores

A maior queda do dia ficou com a ação ordinária da Via (VIIA3). Os papéis despencaram 18,92% após a varejista realizar um follow-on com preço de R$ 0,80 por ação. A cotação da própria empresa representa um decréscimo de 40% em relação ao valor negociado antes da oferta.

Recentemente, a companhia aprovou em assembleia geral de acionistas  a mudança de nome da marca. A varejista vai passar a se chamar Grupo Casas Bahia.

  • Via ON (VIIA3): -18,92%
  • Infracommerce ON (IFCM3): -14,62%
  • Sequoia Logística ON (SEQL3): -14,52%
  • Priner ON (PRNR3): -7,85%
  • Americanas ON (AMER3): -6,52%

Bolsas de Nova York e da Europa

As bolsas de Nova York fecharam em alta hoje, com mercados do mundo inteiro melhorando o apetite por risco após decisão de juros do Banco Central Europeu (BCE) e depois de dados da inflação ao produtor (PPI, na sigla em inglês) dos EUA não mudarem a visão dos investidores de que o Federal Reserve  (Fed) vai manter juros nas próximas reuniões.

O índice Dow Jones  fechou com alta de 0,96%, aos 34.907,11 pontos; o S&P 500 subiu 0,84%, aos 4.505,10 pontos; e o Nasdaq teve alta de 0,81%, aos 13.926,05 pontos.

As bolsas da Europa fecharam em alta robusta, após o Banco Central Europeu (BCE) indicar pausa no aperto monetário, seguindo decisão de elevar suas taxas de juros em 25 pontos-base (pb). Mais cedo, os mercados acionários também foram apoiados também por cortes no compulsório bancário pelo Banco do Povo da China (PBoC), em sinal de suporte para a recuperação econômica do país.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 fechou em alta de 1,95%, aos 7.673 pontos; em Frankfurt, o DAX subiu 0,97%, aos 15.805 pontos; em Paris, o CAC 40 avançou 1,19%, aos 7.308 pontos; em Milão, o FTSE MIB teve ganhos de 1,37%, aos 28.872 pontos; em Madri, o Ibex 35 valorizou 1,33%, aos 9.549 pontos; e, em Lisboa, o PSI 20 ganhou 1,54%, aos 6.227 pontos.

Com informações do Estadão Conteúdo

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias