Mercado

Mercado e Morning Call Safra: índices nos EUA e China devem influenciar bolsa no Brasil

Mês começa com a divulgação de índices que mensuram as condições de negócios em setores da economia (PMIs) nos Estados Unidos

Painel de ações da B3, a Bolsa do Brasil, localizada em São Paulo. Foto/divulgação: B3
Para que uma companhia possa pagar dividendos para os investidores, é necessário que ela registre lucro contábil com suas operações trimestralmente. Foto/divulgação: B3

O mês de março começou com a divulgação de uma série de indicadores que mensuram as condições de negócios em diversos setores da economia (PMIs) dos Estados Unidos.

Na Europa é esperada a leitura preliminar do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha. No Brasil, sai o resultado da balança comercial em fevereiro.

Otimismo no exterior

Mais cedo a China divulgou seus índices PMIs. O avanço do indicador no país ajudou a impulsionar as bolsas europeias e os índices futuros das bolsas de Nova York em meio à divulgação de outros PMIs que serão divulgados em países do Velho Continente.

O PMI industrial chinês subiu para 52,6 em fevereiro, acima da previsão de 50,5. O resultado mostra expansão da atividade econômica após a suspensão, no final do ano passado, das restrições contra a covid-19.

O PMI industrial do Reino Unido superou a prévia, o da Alemanha ficou abaixo do número anterior e o da zona do euro veio em linha com a estimativa. Todos estão abaixo de 50, o que indica contração da atividade econômica.

Contágio positivo no Brasil

Os sinais de recuperação da economia chinesa deve dar fôlego à bolsa brasileira. Mas o investidor nacional segue atento ao fiscal, à política de preços da Petrobras e ao fortalecimento do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que saiu vitorioso com a volta da reoneração dos combustíveis.

O ministro ressaltou que as medidas tomadas são benéficas para o combate à inflação e podem ajudar o Banco Central a reduzir os juros. Contudo, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, reforçou há pouco que o governo federal quer fazer um debate sobre a política de preços praticada pela Petrobras, definida por ele como “absurda”.

Assim como na segunda-feira, os combustíveis continuaram a influenciar o pregão de terça-feira, 28/02, na B3. O anúncio da Petrobras sobre a redução de preços das gasolina e o etanol exerceu pressão sobre as ações de empresas ligadas à cadeia do petróleo. Veja mais no Morning Call Safra de hoje:

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.