Mercado

Mercado financeiro hoje: mau humor externo em dia de ata do Copom, IPCA-15 e Galípolo

No exterior, saem dados da confiança do consumidor e vendas de moradias novas nos Estados Unidos

Real e dólar. Foto: Adobe Stock
Relembre, a seguir, os principais fatos e frases que marcaram a e economia do Brasil e do Mundo na semana. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

A ata do Copom, dados de inflação e a participação do diretor de Política Monetária do Banco Central, Gabriel Galípolo, em eventos em São Paulo, concentram as atenções no Brasil. O IPCA-15 deve acelerar a 0,37% em setembro (mediana), após alta de 0,28% em agosto.

No exterior, saem dados da confiança do consumidor e vendas de moradias novas nos Estados Unidos.

+ IPCA, IGP-M, INPC, IPC: conheça os índices de inflação do Brasil

Cenário externo

A perspectiva de que os juros dos Estados Unidos permaneçam em níveis elevados por mais tempo do que se imaginava ainda pesa nos mercados. Ao mesmo tempo, a frágil recuperação econômica da China voltou ao radar, após novos sinais de problemas no setor imobiliário, bem como uma possível paralisação do governo americano.

O resultado é queda das bolsas europeias e asiáticas, além dos índices futuros dos EUA, onde, pela manhã, sairão dados de confiança do consumidor e de vendas de moradias novas. O petróleo também recua e o minério de ferro fechou em baixa de 1,64% em Dalian, enquanto o dólar se fortalece e os juros dos Treasuries caem.

No pré-mercado de Nova York, destaque às ações da Tesla, que caem em meio à notícia de que a investigação da União Europeia sobre se a indústria de carros elétricos da China recebe subsídios injustos também envolverá a montadora de Elon Musk.

+ Bilionários: de onde vem a fortuna das 5 pessoas mais ricos do mundo?

Copom, IPCA-15 e precatórios

O clima parcimonioso internacional pode contaminar os ativos domésticos, que ontem já foram influenciados pelo exterior: os juros e o dólar subiram, enquanto o Ibovespa fechou em queda 0,07%, aos 115.924,61 pontos.

Os investidores avaliarão a ata do Copom, o IPCA-15 e a pretensão do governo de rever a forma de pagar os precatórios.

Ainda que a ata e o índice de inflação de setembro tenham pouco – ou quase nada – para mudar as apostas de Selic em 11,75% no fim do ano, os economistas e o mercado tentarão encontrar sinais de aceleração do ritmo de corte do juro básico.

Neste sentido, ficará no foco o diretor de Política Monetária do BC, Gabriel Galípolo, que fará palestra em dois eventos em São Paulo.

*Informações da Agência Estado

Quer saber mais sobre como investir em ações no exterior? Confira este curso gratuito no Hub de Educação da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias