Mercado

Mercado hoje: emprego nos EUA e reforma tributária ficam no radar

No Brasil, o avanço das negociações para votação da reforma tributária em primeiro turno hoje à noite é o destaque em dia de agenda fraca

Balcão da b3 em frente a uma tela com gráficos
O principal índice da bolsa brasileira sofreu com as baixas de ações da Vale (VALE3), -0,36%, e Magazine Luiza (MGLU3), que caiu 3,75%.

Por Redação B3 Bora Investir

Três indicadores de empregos, incluindo o relatório da ADP sobre a criação de vagas no setor privado dos Estados Unidos em junho, considerado uma prévia do payroll que sai amanhã, e os dados do setor de serviços (PMI) no país ficam no radar dos mercados globais.

No Brasil, o avanço das negociações para votação da reforma tributária em primeiro turno hoje à noite é o destaque em dia de agenda mais fraca.

No exterior

Investidores repercutem sinais da ata do Federal Reserve (Fed) de que o BC dos EUA deverá voltar a aumentar juros na reunião deste mês para combater a inflação resistente, após uma pausa em junho.

No fim da tarde de ontem, o monitoramento do CME Group apontava 88,7% de chance de o Fed aumentar a taxa básica em 25 pontos-base neste mês, para o intervalo entre 5,25% e 5,50%. O nível é semelhante ao observado antes da divulgação do relatório.

Para o fim do ano, o CME mostra 27,6% de probabilidade de que os juros estejam na faixa entre 5,50% e 5,75%, o que representaria um aperto acumulado de 50 pontos-base em relação ao valor atual, embora a chance majoritária (52,8%) seja de que a taxa vire o ano no corredor de 5,25% a 5,50%.

Dados mistos europeus foram monitorados mais cedo, mas as preocupações com altas de juros na região e as perspectivas econômicas se sobrepõem. As encomendas à indústria alemã tiveram desempenho bem melhor do que o esperado em maio, mas as vendas no varejo na zona do euro ficaram estáveis em maio ante abril, pior que a previsão de alta de 0,3%.

Investidores ficam na expectativa pelos indicadores de emprego e de atividade americanos, à medida que a provável retomada do aperto da política monetária do Fed neste mês venha a ser decorrente ainda da força do mercado de trabalho no país.

No Brasil

A aversão ao risco no exterior pode inibir uma melhora nos mercados locais em meio a sinais de que a reforma tributária poderá ser votada em primeiro turno ainda hoje.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que iniciará nesta quinta-feira, por volta das 18h, a votação em primeiro turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma tributária em plenário da Casa. Às 11 horas, será aberta uma sessão para dar continuidade às discussões sobre a matéria.

Lira afirmou que a votação do projeto de lei que retoma o chamado “voto de qualidade” no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) ficará para depois da reforma tributária.

+ Produção industrial sobe 0,3% em maio, mas segue estagnada

O relator da proposta, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), anunciou em seu novo substitutivo, apresentado ontem, que o Fundo Nacional de Desenvolvimento Regional (FDR) terá R$ 40 bilhões por ano, recursos que serão aportados pela União em valores crescentes a partir de 2025. Os Estados defendiam um valor de R$ 75 bilhões por ano.

Sobre o fato de a reforma tributária ter passado à frente dos projetos do Carf e do arcabouço fiscal nas votações, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que a Pasta “precisa dos três projetos”, destacando as mediações feitas por Lira.

O líder do União Brasil na Câmara, deputado Elmar Nascimento (BA), disse que vai orientar os parlamentares do partido a votarem a favor da reforma tributária no plenário. Já o PL aguarda as alterações no relatório da reforma tributária para definir sua posição sobre a proposta. Um manifesto da indústria pede aprovação rápida da reforma tributária.

*Com informações da Agência Estado

Quer saber mais sobre como funciona a B3? Confira este curso!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias