Objetivos financeiros

10 dicas para economizar e viajar sossegado

Com planejamento e foco é possível viajar sem arruinar as contas da casa

Férias
Confira agora algumas dicas para economizar sem esquecer a diversão!

Uma das atitudes mais importantes para o investidor é o planejamento. Seja para objetivos de longo prazo – como se aposentar ou comprar um imóvel – ou de curto prazo, como as férias anuais. E, neste caso, pequenas iniciativas podem ajudar a realizar a programação desejada e impedir que a viagem dos sonhos vire um pesadelo.

Confira agora algumas dicas para economizar sem esquecer a diversão!

1. Tente fugir da alta temporada

Por mais difícil que seja conciliar as datas com as férias do trabalho ou com todos os membros da família, dê preferência para épocas com menor procura e fuja dos feriados, emendas e datas comemorativas, pois esses períodos acabam saindo mais caros.

Fique atento também ao dia da semana em que pretende embarcar ou desembarcar. Os preços das passagens costumam ficar mais baratos no meio da semana, como às quartas e quintas-feiras, por exemplo. Se tiver opção, sempre escolha fazer o contrafluxo.

2. Torne-se um verdadeiro caça-descontos

Existem diversas opções de sites de busca de ofertas. Além disso, muitos desses sites contam com a possibilidade de cashback, pontos, descontos e formas de parcelamento variadas. Não tenha preguiça de procurar pela melhor oferta. Se tiver programa de milhas, essa é a hora de aproveitá-lo ao máximo.

Essa busca vale para todos os itens da sua viagem, como a compra das passagens, reservas de hotel, ingressos de passeios e tudo o que você puder antecipar com desconto.

Aproveite para criar alertas de mudança de preços e não se esqueça de ficar de olho nos pop-ups do celular e e-mails recebidos. Quanto mais tempo você dedicar à busca, maiores as chances de poupar na hora de adquirir serviços.

3. Envolva toda a família

Se a viagem for em família, faça questão de reunir todos os envolvidos para discutir o destino planejado e como farão para conseguir viajar. Essa será uma construção coletiva para garantir que todos saiam satisfeitos – e, mais do que isso, estejam empenhados em um objetivo comum.

Definam juntos quem vai, quais as demandas de cada um e quanto tempo levarão para atingir o valor necessário para que todos participem. Levem em consideração o número de quartos por casal, se precisarão contratar serviços de babá, cuidador de pets e outros adicionais.

Neste momento, não deixe as crianças de fora! Além de ser uma oportunidade para ensinar sobre educação financeira, você também contará com uma ajudinha extra na hora de poupar e cortar gastos desnecessários.

4. Evite atitudes impensadas

Lembre-se de que você tem um roteiro a ser seguido. E você dedicou muito tempo para garantir que seu suado dinheirinho fosse usado da melhor maneira possível. Por isso, prenda-se a isso para evitar futuros arrependimentos. Se não está nos planos, evite, por exemplo, prolongar a estadia ou incluir no roteiro um passeio mais caro do que era esperado.

5. Fuja de lugares “pega-turistas”

Toda cidade tem os destinos mais procurados como parada obrigatória, mas fique atento para não cair em enrascadas. Geralmente, nesses locais há uma grande quantidade de espertinhos tentando cobrar valores muito acima do justo.

A sugestão é falar com locais para entender os melhores destinos. Além de poder conhecer lugares pouco explorados pelos turistas, você também se livra das armadilhas.

6. Evite compras nos aeroportos

Esses lugares costumam ter valores acima dos praticados por mercados e restaurantes, por isso, opte por esperar um pouco mais e comprar o que precisa fora do aeroporto e arredores.

Se esqueceu o presente de última hora, é melhor pedir desculpas ao familiar que receberia do que comprometer a sua saúde financeira.

7. Invista em mobilidade alternativa

Conheça a cidade a pé ou de bicicleta. Além de desvendar melhor os lugares e ter uma experiência muito próxima dos nativos, você poupa um valor considerável em aplicativos de transporte ou aluguel de carro.

Para distâncias muito longas ou momentos em que você não poderá se deslocar dessa forma, busque roteiros que utilizam transporte público. A maioria das cidades têm ônibus que ligam o centro a pontos turísticos por um preço muito abaixo do oferecido pelo Uber, por exemplo.

Como se planejar no caso das viagens internacionais?

Se a sua viagem é para fora do Brasil, fique de olho nessas dicas extras que separamos – principalmente se o destino for um país onde o real sofre desvalorização.

8. Divida o valor total

Coloque 80% da quantia que levará em um cartão pré-pago e carregue o restante em espécie. Lembre-se de que os cartões, mesmo os pré-pagos, cobram taxas de conversão de câmbio, que devem ser levados em consideração no seu planejamento.

9. Compre antes para gastar depois

Adquira a moeda que usará no destino ainda no Brasil. Dessa forma você evita que o processo passe pelas empresas de cartão de crédito, que cobram uma alíquota maior do famoso Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). A compra de moeda estrangeira em espécie paga 1,10% de IOF. No cartão de crédito, vai a 6,38%

10. Fique de olho nas mudanças

Acompanhe as variações na cotação da moeda que utilizará. Assim, você estará mais preparado para comprá-la por um preço justo, fugindo das altas inesperadas.

Depois de aproveitar muito a viagem e garantir a qualidade da sua saúde financeira, você pode começar a planejar seu próximo destino assim que regressar. Essa é uma forma de garantir o bem-estar físico, mental e financeiro – além de ser uma motivação e tanto para voltar para o trabalho.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias