Investir melhor

Investimentos isentos de IR: quais são e como funcionam

Há opções tanto em renda fixa, quanto em renda variável -- saiba quais são elas e como funciona a isenção

Imposto de Renda. Foto: Adobe Stock
Imposto de Renda: documentos são necessários para preencher a declaração. Foto: Adobe Stock

Por João Paulo dos Santos

Quando alguém vai escolher um tipo de investimento para colocar seu dinheiro muitos pontos precisam ser considerados, como rentabilidade, segurança, liquidez e custos. Um desses fatores, que é importante e pode interferir no que o investidor mais deseja, o retorno, é a sua relação com o Imposto de Renda.

O Imposto de Renda (IR) é um tributo federal que incide sobre a renda dos brasileiros, porém nem todos os ativos sofrem o desconto. Existem opções de investimentos isentos de IR tanto em renda fixa, quanto em renda variável. 

Investimentos isentos de Imposto de Renda

Segundo o CEO da Mycapital, plataforma que auxilia investidores em relação à tributação, Thaian Amorim Gomes, os critérios para essa última isenção são de que a empresa esteja listada no segmento Bovespa Mais da B3, tenha valor de mercado até R$ 700 milhões, faturamento bruto anual menor que R$ 500 milhões e que a distribuição primária de ações emitidas pela companhia seja de pelo menos 67%. 

“É importante ficar atento às notícias do mercado financeiro, pois os números da empresa podem crescer e ela sair dos critérios de isenção. Além disso, essa isenção sobre as pequenas empresas termina no dia 31/12/2023”, afirma.

+Os 7 pecados da declaração de investimentos no Imposto de Renda

É necessário declarar esses investimentos?

Sim, todo investimento precisa ser declarado, pois a Receita Federal quer saber todas as fontes de renda dos brasileiros para entender de onde vem o aumento do patrimônio. Por isso, saiba mais como declarar o Imposto de Renda dos seus investimentos.

Como funciona e por que existe a isenção do IR?

Nos investimentos de renda fixa a isenção funciona de forma automática para os investidores, pois são as corretoras as responsáveis por recolher o imposto na fonte. Em renda variável, no que diz respeito ao imposto sobre o ganho na venda dos ativos, o investidor é que precisa saber apurar o seu próprio imposto.

“O objetivo da isenção é estimular o investimento em determinados setores da economia, para acelerar o seu desenvolvimento”, explica o CEO da My Capital.

Você tem ações e quer saber como investir sem cair na Malha Fina da Receita? Este vídeo pode ajudar:

O curso Checklist: Documentos para declaração do IR também pode te interessar — aliás, ele é um dos mais acessados dos vários conteúdos de educação financeira do Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias