Objetivos financeiros

O que é EV/Ebitda e como calculá-lo?

Indicador relaciona o valor da empresa (EV) com sua geração de caixa, o Ebitda, para ajudar na decisão dos investidores

Imagem ilustrativa de palavra EBITDA escrita em teclado de computador.
Ele é um indicador que relaciona o valor da companhia (EV) e o seu Ebitda (geração de caixa).

Estamos em plena temporada de balanços financeiros, o que é um prato cheio para o investidor que está à procura de ativos baratos e/ou com expectativa de valorização. Isso porque é possível saber se uma ação está barata ou deve se valorizar com base em seu Ebitda, um dos principais indicadores de seu resultado trimestral.

A análise fundamentalista é a mais usada pelos investidores que pensam no médio e longo prazos. Ela reúne a avaliação do cenário econômico do país, as perspectivas do segmento e também a situação financeira da empresa em que se pretende investir. Nesta avaliação, há alguns indicadores importantes, como o múltiplo P/L e o EV/Ebitda, que vamos explicar a seguir.

O EV/Ebitda é um indicador que relaciona o valor da companhia (EV) e o seu Ebitda (geração de caixa). Em tese, mostra quantos “Ebitdas” seriam necessários para chegar ao EV (Enterprise Value – Valor de empresa) da companhia. Esse múltiplo tende a mostrar a saúde financeira da empresa, calculando quantos anos seriam necessários para que o lucro operacional da empresa (Ebitda) quitasse todo o valor necessário para comprá-la (EV).

Antes de explicar o cálculo do EV/Ebitda, é importante lembrar o que cada sigla significa e como encontrá-las:

  • EV: Enterprise Value ou Valor da Empresa é a métrica usada para saber quanto custaria comprar todos os ativos da companhia, ou seja, seu valor. Ele é calculado pelo valor de mercado (preço da ação x total de ações emitidas) + dívidas – disponibilidades (valor em caixa);
  • EBITDA: é sigla em inglês para Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (Lajida, em português). Esse indicador apresenta todos os ganhos financeiros da empresa antes de abatimentos.

Dos valores do EV, tanto o total de ações quanto a dívida e as disponibilidades podem ser encontradas nas demonstrações financeiras da empresa. O valor da dívida fica nas linhas do balanço denominadas de empréstimos/dívidas (passivo circulante e não circulante). Já o valor das disponibilidades fica na linha que leva esse nome, ou também “caixa e equivalentes de caixa”, na parte de ativos. O preço da ação vai variar dependendo do dia em que a conta é feita!

O valor do Ebitda, diferente do valor do EV, já vem calculado nas demonstrações, sendo ele a representação da geração de caixa da empresa. Assim, com os dois valores em mãos, pode-se calcular o EV/Ebitda através da divisão do EV (valor de mercado + dívidas – disponibilidades) pelo Ebitda.

Exemplo de cálculo:

Para exemplificar, utilizaremos os dados da B3 em 2021. Entenda:

  • Valor de mercado: 6.126.000.000 x R$11,14 (cotação 30/12/2021) = R$ 68,2 bilhões
  • Dívidas: R$ 13,5 bi
  • Disponibilidades: R$ 2,6 bi
  • Enterprise Value – EV (30/12/2021): R$ 68,2 bi + R$ 13,5 bi – R$ 2,6 bi = R$ 79,2 bilhões
  • EBITDA: R$ 7,4 bi
  • EV/EBITDA = 79,2 bilhões/7,4 bilhões = 10,7

Vantagens e desvantagens do indicador

O EV/Ebitda traz mais um dado que pode ser usado na análise da saúde financeira da empresa. Você pode comparar o resultado de várias empresas de um mesmo setor, por exemplo, e até de empresas estrangeiras, uma vez que todos os dados são públicos.

Mas esse indicador, sozinho, não deve decidir a aquisição do investidor. Ele faz parte dos dados de uma análise financeira, que busca ser mais ampla e contempla outros indicadores importantes, como o P/L (preço sobre lucro) e o Dividend Yield (preço da ação/proventos dos últimos 12 meses), que mede o retorno ao acionista por ação.

principal desvantagem do EV/Ebitda é que ele não reflete a realidade de uma empresa super endividada, por exemplo. Como o indicador analisa o balanço financeiro antes dos descontos, a métrica não revela casos em que a empresa esteja endividada ou seja deficitária.

Essa é apenas mais um assunto que permeia o mundo dos investimentos e que você precisa se atentar, principalmente para quem tem interesse em aprender a calcular o lucro real de uma empresa. Para mais conteúdos como esse, fique sempre por dentro das atualizações do nosso site. Até a próxima!

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias