Organizar as contas

Seu carro cabe no seu bolso? Saiba como calcular o valor do IPVA 2023

Imposto vai ficar até 12% mais caro em 2023; aumento ocorre por conta da valorização dos preços dos carros novos e usados em todo o país

Carros em cima de moedas sob a mesa
Para ajudar nos custos, investimentos são sempre uma boa ideia. Foto: Adobe Stock

IPVA 2023 (Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores) deve ficar entre 10% e 12% mais caro, em média, em todo o Brasil. A estimativa é da Zapay, startup de tecnologia para pagamentos de despesas com veículos – como impostos, multas e licenciamento.

O reajuste, mais uma vez, acontece diante do ainda elevado patamar dos preços de veículos novos e usados. Desde 2021, as montadoras seguem impactadas pela escassez de componentes automotivos – o que atrasou a produção de veículos. Com pouco estoque e alta demanda, os preços sobem. Em 2022, por exemplo, o reajuste médio no valor do IPVA ficou em 22,5% no Estado de São Paulo.

“Apesar do valor médio dos veículos usados estar lentamente caindo, ainda vivemos o efeito do aumento dos preços que ocorreu com a pandemia. Por isso, o IPVA de 2023 cresce menos que o de 2022, mas ainda assim vai causar um susto em tempos de contas muito apertadas”, explica o diretor de negócios da Zapay, Victor Mahon.

Como o IPVA é calculado?

É sempre importante lembrar que as alíquotas do IPVA mudam de um Estado para o outro. Por isso, os reajustes variam de acordo com a unidade da federação em que o veículo está licenciado. Em São Paulo, estado com maior frota do país, a alíquota é de 4%. Já no Amapá, com a menor frota, o preço do IPVA equivale a 3% do valor venal do veículo.

Outro ponto é que de um Estado para o outro cada Departamento Estadual de Trânsito (Detran) define as datas e prazos para pagamento e os descontos para quitar o imposto à vista. O que é padrão entre as unidades da federação é a referência para determinar o valor de cada veículo – a chamada tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Consulte a tabela FIPE que serve de parâmetro para o cálculo do IPVA 2023

“O IPVA é um percentual sobre o valor do veículo. Pela tabela FIPE, eles variam de 2 a 4%. São Paulo, Rio e Minas Gerais estão no topo dessa alíquota com 4%, enquanto estados com frotas menores, como Tocantins e Acre, estão na margem inferior de 2%. Como média geral no Brasil, podemos considerar 3,5%, explica Victor Mahon.

Como calcular o IPVA 2023 do meu carro?

Para fazer o cálculo de quanto imposto o motorista vai pagar de IPVA em 2023 basta pegar o valor venal do veículo na tabela Fipe e multiplicar pelo valor da alíquota para a maioria dos veículos de passeio. Em São Paulo, por exemplo, o valor do imposto é de 4% do valor do veículo. No caso do carro zero, troca-se o valor venal pelo da nota fiscal da compra do carro.

Ao usar o exemplo do valor do imposto de 4% de São Paulo a conta fica assim:

VALOR DO CARRO (TABELA FIPE) X 4% = IPVA 2023

Para calcular o seu, basta substituir o valor de 4% do imposto em SP pela alíquota vigente no seu Estado.

Os veículos movidos somente a gás e energia elétrica pagam menos imposto: 3%. Carros com 20 anos ou mais são isentos de IPVA em São Paulo.

A Zapay criou uma ferramenta onde também é possível fazer esse cálculo. Para isso, será necessário informar a placa do veículo e fornecer um e-mail. Acesse aqui para calcular o seu.

+ 7 mentiras sobre finanças que te fazem perder dinheiro

IPVA parcelado ou com desconto

 O diretor de negócios da Zapay explica ainda que as condições de pagamento do IPVA também variam em cada Estado. Enquanto uns dão mais desconto à vista, outros permitem que o dono do veículo parcele em mais vezes.

“Existem estados que dividem o imposto em 3 a 4 vezes, mas todos eles têm uma escala de desconto. Ou seja, quem pagar à vista paga mais barato, e esses descontos geralmente variam de 2 a 5%.

Para quem não se planejou para quitar o IPVA 2023, há quatro anos os Detrans de todo o país passaram a permitir que empresas oficialmente credenciadas pudessem ajudar os contribuintes com o parcelamento dos débitos veiculares.

“Com a Portaria número 149/2018, quem não está com o valor do IPVA disponível neste momento do ano, quando existem tantas outras contas a pagar, há a possibilidade de parcelar no cartão de crédito em até 12 vezes”, diz Victor Mahon.

Agora, se antes de tudo isso, sua prioridade deveria ser organizar suas contas, esse curso gratuito do Hub de Educação da B3 pode ajudar >> “Como organizar suas finanças”. No mesmo site você encontra muitos cursos, vídeos e conteúdos sobre educação financeira.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.