Mercado

Ibovespa avança em dia de noticiário político agitado

Bolsa fechou em alta de 0,77% aos 116.928 pontos. O dólar comercial caiu e encerrou o dia R$ 5,11

Linhas de gráfico numa tela de computador
A Bolsa de Valores divide suas ações em setores baseados na atuação das empresas na economia real. Foto: Adobe Stock

Os investidores têm reagido com otimismo à eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Pelo segundo dia seguido, a bolsa avançou e o dólar perdeu valor o que mostra – pelo menos por enquanto – uma leitura positiva do mercado financeiro.

O pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (PL), que desde domingo (30) não havia feito nenhuma declaração, também ajudou a puxar o índice para cima. A fala, no entanto, veio sem que Bolsonaro admita a derrota nas eleições.

Por volta das 16h39, início do pronunciamento de Bolsonaro, a bolsa renovou a máxima e subiu 1,92% aos 118.261 pontos. Após a fala o índice desacelerou um pouco e fechou em alta de 0,77% aos 116.928 pontos. A recuperação pontual dos ativos ligados às commodities metálicas também ajudou o Ibovespa a fechar no positivo. Já o dólar comercial encerrou o dia com queda de 0,91%, a R$ 5,11.

A terça-feira, dia 1/11, também foi marcada pela nomeação do vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB) para coordenar a transição de governo. O nome é bem aceito por bancos e investidores, apesar da futura equipe econômica não ter sido anunciada. As possíveis pressões nos ativos, por conta dos bloqueios em rodovias, também preocuparam o mercado.

+ Equilibro fiscal e empregos de qualidade são grandes desafios de Lula na economia

Altas e Baixas

Do lado positivo da bolsa ficaram as ações da Copel (CPLE6) – Companhia Paranaense de Energia, que avançaram 8,92%; da IRB Brasil Resseguros (IRBR3) que subiram 6,38% e da CSN Mineração (CMIN3) com alta de 7,58%. As maiores baixas ficaram com a Cielo (CIEL3), que caiu 7,73%; Hypera (HYPE3), com queda de3,74%, e Tots (TOTS3), baixa de 3,17%.

Sem pregão, mas com FED

A Bolsa do Brasil (B3) não funciona nesta quarta-feira, 2/11, por conta do feriado de Finados. Lá fora, é dia de decisão dos juros pelo Federal Reserve – o banco central americano. O mercado espera um quarto aperto monetário no valor de 0,75 ponto percentual – o que elevaria os juros para uma faixa de 3,75% a 4%.

+ Ata do Copom: incertezas fiscais podem elevar expectativas de inflação

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias