Fundos de Investimento

Conheça os Fiagros mais rentáveis de 2023 – até Junho

Levantamento mostra impulsionamento dos Fiagros no ano e consolidação do ativo

Fiagro. Foto: Adobe Stock
Inspirado nos Fundos Imobiliários (FIIs) e adaptado para a realidade rural, o Fiagro pode investir em uma variedade de ativos. Foto: Adobe Stock

Os fundos de investimento nas cadeias produtivas agroindustriais (Fiagros) ainda são uma novidade, mas vêm se popularizando cada vez mais. De acordo com dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) a aplicação apresentou em abril a maior captação líquida registrada em 2023.

Levantamento feito pelo TradeMap, a pedido do Bora Investir, aponta os Fiagros mais rentáveis de 2023 até o dia 13 de junho. Conheça!

Os Fiagros mais rentáveis de 2023

Fonte: TradeMap

São destaques do ranking as cotas dos Fiagro 051 (FZDA11), Fiagro High (HGAG11) e Fiagro Agrx (AGRX11). Os três fundos renderam acima da Selic e registraram desempenho positivo de 31,66%, 28,13% e 18,28% e são da categoria Fiagro-FII. 

Do Top 3, o Fiagro 051 tem 95,3% de seu patrimônio aplicado em imóveis ligados ao agronegócio, com o restante em aplicações financeiras. Já o Fiagro High tem a maior parte do seu patrimônio ligados a CRAs, sendo 91% do seus investimentos. Por fim, o Fiagro Agrx tem 100% do seu capital aportado em aplicações financeiras, principalmente CRAs.

Segundo Sergio Cutolo, vice-presidente da ANBIMA, os Fiagros FII, focados em ativos imobiliários, têm se destacado desde o fim de 2022. Em abril, eles dominaram as ofertas públicas, onde do volume total registrado pelas ofertas públicas, 98,3% foram dirigidas a pessoas físicas. O restante (1,7%) ficou com investidores institucionais.

Histórico dos Fiagros

Os Fiagros começaram a ser negociados em outubro de 2021. São fundos voltados para o financiamento privado de um dos principais setores da economia brasileira, o agronegócio, responsável por quase um terço do PIB (Produto Interno Bruto) nacional.

Inspirado nos Fundos Imobiliários (FIIs) e adaptado para a realidade rural, o Fiagro pode investir em uma variedade de ativos, como: títulos de crédito ou valores mobiliários da cadeia agro, direitos creditórios do agronegócio até cotas de fundos de investimentos que apliquem mais de 50% de seu patrimônio nesses ativos.

+ Como funciona o Fiagro? Entenda o fundo de investimento do Agronegócio

Perspectiva do setor para o resto do ano

Os Fiagros vêm se consolidando nas carteiras das pessoas físicas. Em 2022, o patrimônio líquido desses fundos cresceu 544%, e em 2023 já atingiu mais de R$ 12,6 bilhões. 

“O momento do mercado é positivo e esperamos que a indústria de Fiagros dobre em 2023. Seu tamanho ainda é pequeno diante do potencial de mercado”, afirma André Ito, sócio e gestor da MAV Capital.

Segundo Ito, o agronegócio, que corresponde a cerca de 27% do PIB brasileiro, ainda é sub-representado nas carteiras de investimentos. Não à toa, o mercado tem registrado crescimento forte do volume de recursos via instrumentos que passam pela desintermediação bancária e a tendência veio para ficar.

“Há um caminho longo a ser trilhado com as alternativas de financiamento que se abriram recentemente para o setor, que por um longo tempo permaneceu dependente do crédito bancário e do governo. Até porque as linhas tradicionais de crédito têm crescido aquém das necessidades de capital de giro e de investimentos do setor”, diz ele.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias