Fundos de Investimento

Fundos imobiliários perdem mais de R$ 7 bilhões no primeiro trimestre

Levantamento mostra quais foram os fundos imobiliários que mais se desvalorizaram e valorizaram no primeiro trimestre

Fundos imobiliários: ativo vem perdendo valor de mercado em momento de juros altos e maior aversão ao risco

Os fundos imobiliários que compõem a carteira teórica do IFIX tiveram uma perda de valor de mercado de mais de R$ 7 bilhões nos três primeiros meses do ano. O valor de mercado dos fundos hoje é de R$ 103 bilhões, uma queda de 6,43% em comparação aos R$ 110,1 bilhões da virada do ano.

É o que aponta um levantamento do site Clube FII sobre a variação do valor de mercado dos fundos imobiliários, comparando o fechamento de março com o encerramento de 2022.

+ Conheça os fundos imobiliários expostos ao Gramado Parks, que suspendeu pagamentos de CRIs

Para o levantamento, foi considerada a composição atual do índice e a quantidade de cotas atualizada pelo informe mensal de cada fundo.

Todos os segmentos apresentaram desvalorização no período. Contudo o destaque foi o segmento de recebíveis imobiliários, que registrou queda de quase R$ 3 bilhões. Como resultado, o valor de mercado do segmento passou de R$ 49,9 bilhões para R$ 46,9 bilhões.

SegmentoValor 2022 ($)Valor hoje ($)Variação (%)
Recebíveis Imobiliários49.874,5846.898,72-5,97
Logísticos18.613,9317.248,93-7,33
Lajes Comerciais9.317,948.327,24-10,63
Híbrido12.352,3311.651,60-5,67
Fundo de Fundos7.547,537.031,55-6,84
Agronegócio2.180,131.922,18-11,83
Shopping/Varejo8.151,367.914,72-2,9
Demais2.065,482.025,76-1,92
Total IFIX110.103,27103.020,70-6,43
Fonte: Clube FII

Já em termos percentual, a maior queda foi nos fundos de agronegócio, com uma desvalorização de 11,83%, indo de R$ 2,18 bilhões para R$ 1,92 bilhão.

Maiores quedas

As tabelas a seguir relaciona os fundos com maior desvalorização de seu valor de mercado ao longo do primeiro trimestre de 2023.

TickerNome do FundoCategoriaVM 2022 ($)VM hoje ($)Variação(%)
TORD11Tordesilhas EIHíbrido257,63146,87-42,99
HCTR11Hectare CERecebíveis Imobiliários2.213,721.302,75-41,15
DEVA11Devant Recebíveis ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários1.225,42785,11-35,93
VSLH11Versalhes Recebíveis ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários271,46174,11-35,86
VIUR11Vinci Imóveis UrbanosHíbrido213,41163,83-23,23
CARE11Brazilian GraveyardDeath CareDemais100,8780,48-20,21
XPPR11XP PropertiesLajes Comerciais236,02189,12-19,87
BLMG11BlueMacaw LogísticaLogisticos283,93229,13-19,30
BCRI11Banestes Recebíveis ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários596,44482,73-19,06
SARE11Santander Renda de AluguéisHíbrido626,92515,28-17,81
Fonte: Clube FII *Valores em R$ Milhões

O FII com a maior queda percentual do valor de mercado foi o Tordesilhas EI (TORD11), com desvalorização de 42,99%, indo de R$ 257,6 milhões para R$ 146,9 milhões.

Já em valores absolutos, a maior variação negativa foi do Hectare CE (HCTR11). O fundo caiu de R$ 2,21 bilhões para R$ 1,30 bilhão, uma desvalorização de R$ 911 milhões (41,15%)

Variações positivas 

Dos 111 fundos que fazem parte do IFIX, apenas nove tiveram valorização do seu preço de mercado no primeiro trimestre de 2023, conforme tabela abaixo:

TickerNome do FundoCategoriaVM 2022 ($)VM hoje($)Variação(%)Variação ($)
MXRF11Maxi RendaRecebíveis Imobiliários         2.280,74         2.346,29                 2,87               65,55
CVBI11VBI CRIRecebíveis Imobiliários             950,18             982,55                 3,41               32,37
RBRR11RBR Rendimentos High GradeRecebíveis Imobiliários         1.131,82         1.158,43                 2,35               26,61
KNHY11Kinea High Yield CRIRecebíveis Imobiliários         1.808,59         1.823,20                 0,81               14,61
HGCR11CSHG Recebíveis ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários         1.574,96         1.587,91                 0,82               12,95
XPCI11XP CréditoRecebíveis Imobiliários             707,35             719,62                 1,73               12,27
ALZR11Alianza Trust Renda ImobiliáriaHíbrido             768,51             775,37                 0,89                 6,85
CACR11Cartesia Recebíveis ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários             187,43             190,67                 1,73                 3,24
NSLU11Hospital Nossa Senhora de LourdesDemais             215,82             216,50                 0,31                 0,67
Fonte: Clube FII * Valores em R$ Milhões

A maior valorização percentual foi do VBI CRI. Seu valor de mercado subiu de R$ 950 milhões para R$ 982 milhões (3,41%).

Já em termo absolutos, o maior ganho foi do Maxi Renda (MXRF11). O seu valor de mercado total subiu de R$ 2,28 bilhões para R$ 2,35 milhões, um acréscimo de R$ 65,5 milhões.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias