Mercado

Haddad anuncia novos integrantes da equipe econômica; veja lista

Ao todo, futuro ministro da Fazenda já indicou oito nomes. Os anunciados hoje são Marcos Barbosa Pinto, Rogério Ceron, Guilherme Mello e Robinson Barreirinhas

Fernando Haddad. Foto: José Cruz/Agência Brasil
A divulgação aconteceu no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde atua a equipe de transição. Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), também anunciou nesta quinta-feira, 22/12, quatro nomes que vão integrar a equipe econômica a partir de 2023. A divulgação aconteceu no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde atua a equipe de transição.

Rogério Ceron será o secretário do Tesouro Nacional. Guilherme Mello vai comandar a secretaria de Política Econômica. Robinson Barreirinhas assume como secretário da Receita Federal. E Marcos Barbosa Pinto vai para a área de Reformas Econômicas, que atualmente é a Secretaria de Acompanhamento Econômico.

O secretário de Relações Internacionais do Ministério da Fazenda deve ser anunciado na próxima semana, segundo Haddad. O futuro ministro da Fazenda disse ainda que as discussões para definir os futuros presidentes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil estão “adiantadas”.

Haddad já havia anunciado quatro nomes: Gabriel Galípolo (secretaria-executiva), Bernard Appy (reforma tributária), Anelise de Almeida (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional) e Gustavo Caldas (subprocurador da PGFN).

Conheça um pouco mais sobre os quatro nomes indicados por Fernando Haddad:

Rogério Ceron, futuro secretário do Tesouro Nacional

Rogério Ceron era diretor-presidente da São Paulo Parcerias – companhia responsável pela estruturação de concessões, PPPs e alienações de ativos na Prefeitura de São Paulo. Ele é graduado e Mestre em Economia pela UNICAMP e doutor em Administração Pública pela FGV-SP.

Entre 2015-2016, foi secretário de Finanças do Município de São Paulo; e depois assumiu como Secretário Adjunto da Fazenda do Estado de São Paulo (2017-2018). Na capital paulista foi ainda Subsecretário do Tesouro do Município (2011-2015) e chefe da Assessoria Econômica (2010-2011).

Marcos Barbosa Pinto, assume a área de Reformas Econômicas

Marcos Barbosa já trabalhou no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), foi diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e sócio da Gávea Investimentos.

Ele é formado em Direito pela Universidade de São Paulo, mestre em Direito pela Faculdade de Yale, nos Estados Unidos; e foi consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Guilherme Mello, será secretário de Política Econômica

Guilherme Mello trabalhou na campanha deste ano de Lula como assessor econômico. Ele é ligado ao Partido dos Trabalhadores e sempre afirmou que a responsabilidade fiscal é importante para o futuro governo.

Ele é graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo; formado em Ciências Econômicas pela PUC-SP; mestre em Programa de Pós-Graduação pela PUC-SP; e doutor em Ciência Econômica pela Unicamp

Robinson Barreirinhas, futuro secretário da Receita Federal

Barreirinhas já trabalhou na capital paulista como procurador e secretário de Negócios Jurídicos. Ele também foi assessor do Superior Tribunal de Justiça (STF), a advogado e consultor.

Ele é formado em Direito pela Universidade de São Paulo e especialista em Direito Tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários.

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.