Mercado

Ibovespa mantém 121 mil pontos e tem queda de 0,57%; dólar sobe a R$ 4,78

Queda de 0,57% do Ibovespa hoje é puxada por perdas de Vale e pressão do cenário externo; dólar recupera perda de julho e sobe 1,27%

Ibovespa
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil

O ambiente externo negativo contaminou o Ibovespa no primeiro pregão de agosto, estimulando correção após a alta de 3,27% em julho. O índice de referência da bolsa brasileira baixava registrou queda de 0,57%, aos 121.248 pontos.

Já o dólar avançava na contramão da bolsa, impulsionado pela perda nos Treasury bonds, títulos da dívida americana. O câmbio subiu 1,27%, cotado a R$ 4,7895, se recuperando da desvalorização sofrida em julho de 1,25%.

O que movimentou o Ibovespa hoje?

Índices de gerentes de compras (PMIs, na sigla em inglês) industriais da China e de parte da Europa relativos a julho vieram fracos. Nos EUA, o indicador subiu a 49, como o esperado.

Os resultados elevam os temores com a desaceleração da economia global, dado que todos ficaram abaixo de 50, sugerindo contração da atividade.

Indústria fecha 1º semestre no vermelho com forte impacto dos juros

No cenário doméstico, a Vale refletiu o pessimismo do investidor com a fraca demanda da economia chinesa. Acompanhando a queda do minério de ferro, as ações ON (VALE3) encerraram o pregão com desvalorização de 1,39%.

A sessão desta terça-feira (1) também é marcada pela cautela antes da decisão da nova Selic  no Brasil.

Melhores e Piores ações da Bovespa nesta terça-feira (1)

Liderando as melhores ações nesta terça-feira (1), os papéis ordinários da gestora de materiais esportivos Cambuci (CAMB3) registraram alta de +10,85%.

Por outro lado, o pior desempenho da B3 ficou com a varejista de imóveis Westwing, cujas ações ordinárias (WEST3) tiveram queda de -8,70%.

A lista de melhores e piores ações contempla todas as ações da B3 com movimentação de mais de R$ 1 milhão no dia e foi atualizada às 17h40 podendo haver alterações. Confira a lista desta terça:

Melhores ações

  1. Cambuci: (CAMB3): +10,85%
  2. Springs ON (SGPS3): +8,55%
  3. Recrusul PN (RCSL4): +7,07%
  4. BR Partners PN (BRBI11): +6,09%
  5. Sequoia ON (SEQL3): +5,38%

Piores ações

  1. Westwing ON (WEST3): -8,70%
  2. Copasa ON (CSMG3): -8,45%
  3. Mobly ON (MBLY3): -6,87%
  4. BR Properties ON (BRPR3): -5,20%
  5. Estapar ON (ALPK3): -4,63%

Bolsas dos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, as bolsas não encerraram o pregão de maneira uniforme. O S&P 500 e a Nasdaq amargaram perdas, enquanto o Dow Jones registrou alta. Foram divulgados nesta terça dados de do mercado de trabalho e de inflação ao produtor (PPI), cujo núcleo acelerou acima da média esperada pelo mercado.

O Dow Jones se valorizou em 0,2%, subindo para 35.630 pontos. O S&P 500 e a Nasdaq, por outro lado, tiveram quedas de 0,27% e 0,43%, respectivamente. O índice das 500 maiores empresas dos EUA encerrou o pregão aos 4.576, enquanto a bolsa com foco em empresas de tecnologia terminou o dia em 14.283 pontos.

Bolsas da Europa

As bolsas europeias fecharam em baixa nesta terça-feira, 1, com investidores temerosos com o setor industrial da zona do euro e da China, que tiveram índices de gerentes de compras (PMIs) industriais abaixo do esperado divulgados pela manhã.

Em Londres, o FTSE 100, recuou 0,43% a 7.666 pontos, enquanto o índice DAX, em Frankfurt, fechou em queda de 1,26%, a 16.240 pontos. O CAC 40, em Paris, caiu 1,22%, a 7.406 pontos, e o FTSE MIB, em Milão, também teve perdas, de 0,97%, a 29.356 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 recuou 1,44%, a 9.502 pontos. Na Bolsa de Lisboa, o PSI 20 teve queda de 0,90%, a 6.080 pontos.

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias