Mercado

Mercado financeiro hoje: alívio com crise bancária e expectativa de antecipação do arcabouço fiscal no foco

A agenda local da semana traz como destaques a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que será divulgada nesta terça-feira, 28

Balcão da b3 em frente a uma tela com gráficos
Nos próximos dias sai no Brasil o IGP-M de dezembro

Por Redação B3 Bora Investir

Com o adiamento da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à China por causa de uma pneumonia, as atenções se voltam para a possível antecipação dos anúncios do arcabouço fiscal e dos nomes dos novos diretores do Banco Central.

A agenda local da semana traz como destaques a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que será divulgada nesta terça-feira, 28. Hoje foi divulgado às 8h25 o Boletim Focus e a nota do setor externo (8h30).

Na quarta-feira tem a nota de crédito do BC; relatório mensal da dívida de fevereiro; e balanço da Americanas. Na quinta-feira são esperados o Relatório Trimestral de Inflação (RTI), com coletiva com o presidente do BC, Roberto Campos Neto; IGP-M de março; produção industrial de janeiro; resultado do Governo Central de fevereiro. A sexta-feira traz setor público consolidado de fevereiro; taxa de desemprego da Pnad Contínua.

No exterior, a dirigente do Banco Central Europeu (BCE), Isabel Schnabel participa de evento na Universidade de Columbia, em Nova York (12h); e são esperados ainda discursos do presidente do Banco da Inglaterra (BoE), Andrew Bailey (14h) e do membro do conselho do Fed, Philip Jefferson (18h).

Amanhã, destaque para o discurso da presidente do BCE, Christine Lagarde.

Na quarta-feira tem o índice GFK de confiança do consumidor da Alemanha e vendas pendentes de imóveis nos EUA.

Na quinta-feira saem os índices de confiança do consumidor e de sentimento econômico da zona do euro; CPI da Alemanha; PIB dos EUA do 4º trimestre.

Na sexta-feira, tem o CPI da zona do euro; PIB do Reino Unido do 4º trimestre; vendas no varejo da Alemanha; gastos com consumo dos EUA.

No exterior

O mercado americano está otimista após o First Citizens Bank, um dos maiores bancos regionais dos EUA, fechar acordo para comprar o Silicon Valley Bank (SVB), mais de duas semanas após a quebra do SVB abalar o setor bancário e derrubar os mercados financeiros globais.

O temor de recessão, no entanto, ainda não desapareceu. O presidente da distrital do Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, afirmou ontem que a turbulência bancária dos Estados Unidos aproxima o país de uma recessão e disse que é preciso “trabalhar menos com os Fed Funds para equilibrar a economia”.

Na Europa, além do alívio nos temores com o setor bancário, dados positivos de confiança do setor empresarial alemão também ajudam. O índice Ifo de sentimento das empresas da Alemanha subiu inesperadamente, atingindo o maior nível desde maio do ano passado, apesar da turbulência bancária.

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta segunda-feira. O índice Hang Seng caiu 1,75% em Hong Kong, enquanto o japonês Nikkei avançou 0,33% em Tóquio. Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi recuou 0,24% em Seul, e o Taiex registrou baixa de 0,53% em Taiwan. Na China continental, o Xangai Composto caiu 0,44%. Na Oceania, o S&P/ASX 200 avançou 0,10% em Sydney.

No Brasil

O bom humor no exterior deve dar fôlego ao Ibovespa, em meio ainda à expectativa de que o anúncio do arcabouço fiscal seja adiantado já que Lula não foi à China e nem o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Na sexta-feira, Haddad disse que as respostas às dúvidas pontuadas por Lula sobre o arcabouço já foram providenciadas e que agora basta apresentá-las a ele, mas que cabe ao presidente decidir qual o melhor momento para tornar o documento público. Após a divulgação, o arcabouço precisa ser discutido e aprovado pelo Congresso Nacional.

*Com informações da Agência Estado

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias