Mercado

Mercado financeiro hoje: foco nos sinais sobre juros nos EUA

Guerra e dados sobre inflação e atividade na Europa e China ficam no foco antes do Livro Bege e de discursos de dirigentes do Fed

Dólar americano

Por Redação B3 Bora Investir

Nesta quarta-feira, 18/10, o mercado fica na expectativa com a votação da proposta de resolução sobre a guerra Israel-Hamas no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, prevista para começar às 11h. Na agenda econômica, estão previstos no Brasil os números das vendas no varejo e a participação do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em dois eventos.

Vendas no varejo: entenda o dado e quem ele influencia na B3

No exterior, mercado espera sinais sobre juros nos EUA

Lá fora, após vários dados da China e Europa, as atenções ficam no Livro Bege e nos discursos de cinco dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), além de vários balanços corporativos, como os do Morgan Stanley e da Netflix.

O sentimento negativo prevalece nas bolsas europeias e futuros de Nova York em meio a uma série de indicadores da China e do Velho Continente e diante das preocupações com a escalada da guerra entre Israel e o grupo Hamas.

O índice de preços ao consumidor (CPI) da zona do euro desacelerou para 4,3% em setembro, ante 5,2% em agosto, abrindo o caminho para uma possível pausa no ciclo de aumentos de juros do Banco Central Europeu (BCE). Já o CPI do Reino Unido subiu 6,7% em setembro, contrariando expectativas de arrefecimento.

Na China, o Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, produção industrial e vendas no varejo surpreenderam positivamente. Por outro lado, as vendas de moradias caíram 3,2% entre janeiro e setembro, indicando piora no mercado imobiliário chinês.

No Brasil, petróleo pode impulsionar Ibovespa

O tom mais cauteloso no exterior deve influenciar os negócios locais, embora os rendimentos dos Treasuries tenham perdido força na última hora e o dólar também mostre valorização limitada ante moedas emergentes e principais rivais, o que é favorável ao real e para aliviar a curva de juros.

As taxas futuras também podem reagir, especialmente as mais curtas, aos dados do varejo, apesar de o humor externo andar ofuscando os indicadores locais recentemente.

Ainda que o recuo dos futuros de Nova York costume pesar no Ibovespa, a disparada de ao redor de 3% do petróleo deve impulsionar as ações da Petrobras e petroleiras. Os ADRs da Petrobras subiam 1,24% no pré-mercado em NY. A Vale fica no radar após dados de produção e venda, assim como o projeto de lei que autoriza a desestatização da Sabesp.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre o mercado de ações? Confira o curso grátis da B3 sobre o mercado de ações no Brasil!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.