Mercado

Mercado financeiro hoje: exterior à espera de dados de inflação mais alta nos EUA

A falta de tração no exterior tende a refletir no mercado local antes do CPI americano em dia de agenda esvaziada

Cédula de dollar dentro de um carrinho de mercado
No mundo inteiro, a semana foi de decisão de juros básicos. Foto: adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

O índice de preços ao consumidor (CPI) dos Estados Unidos em agosto é o destaque desta quarta-feira.

No Brasil, a Comissão Especial da Câmara deve aprovar uma proposta de emenda constitucional que concede a maior anistia já vista para partidos e políticos que cometeram irregularidades eleitorais. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa de evento online da revista Exame à noite.

+ Inflação controlada: como os Bancos Centrais definem a taxa de juros?

EUA e Reino Unido

A expectativa de aceleração de inflação nos EUA mantém os mercados internacionais cautelosos nesta manhã, com bolsas em baixa em Nova York , nos índices futuros, e na Europa, em meio ainda a dados mais fracos das economias da região.

O CME Group apontava há pouco 93,0% de chance de manutenção dos juros americanos na faixa de 5,25% a 5,50% no próximo dia 20. Na zona do euro, a produção industrial diminuiu 1,1% em julho ante junho, abaixo da expectativa de analistas, que previam queda de 0,7%.

Já no Reino Unido , a produção industrial caiu 0,7% em julho ante junho, um pouco pior do que o esperado por analistas, de -0,6%. A libra renovou mínimas logo após o dado.

Mas a Capital Economics avalia que continua sendo provável que o Banco da Inglaterra ( BoE ) eleve seus juros de novo na reunião da próxima semana, apesar de sinais de fraqueza na economia do Reino Unido, diz a Capital Economics. O Produto Interno Bruto (PIB) britânico encolheu 0,5% em julho ante junho, mais do que o esperado.

+ O que é a meta contínua de inflação, que passa a ser perseguida pelo BC em 2025

Mercado nacional

A falta de tração no exterior tende a refletir no mercado local antes do CPI americano em dia de agenda esvaziada.

No radar fica a notícia de que, para conseguir ajudar Estados e municípios com dificuldades de caixa agora sem comprometer a arrecadação previdenciária, o governo federal irá antecipar R$ 10 bilhões a estados e municípios para compensar a perda com o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O valor estava previsto para ser repassado em 2024, mas será pago ainda este ano.

*Agência Estado

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.