Mercado

Mercado hoje: arcabouço fiscal, combustíveis e balanços são foco da semana

Relatório do projeto do arcabouço fiscal de Claudio Cajado deve ser apresentado aos líderes partidários na Câmara nesta segunda-feira

Números sendo mostrados em uma tela
Bolsa de valores. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

A agenda coloca no foco o relatório do projeto do arcabouço fiscal de Claudio Cajado, que deve ser apresentado aos líderes partidários na Câmara nesta segunda-feira, 15/05.

Em meio à expectativa com o texto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne às 9h com a equipe econômica do governo.

+ Semana de Educação Financeira dá cursos gratuitos e começa nesta segunda

Além disso, o mercado espera por um possível aumento de preços de combustíveis pela Petrobras.

Hoje também saem diversos balanços corporativos, entre eles o do Banco do Brasil.

Ao longo da semana são esperados na agenda local a:

  • pesquisa de serviços,
  • vendas no varejo,
  • IGP-M
  • IGP1-10.

Lá fora, tem:

  • cúpula do G7 no Japão,
  • vendas no varejo e produção industrial dos Estados Unidos
  • discurso do presidente do Fed, o banco central americano, Jerome Powell;
  • e CPI da zona do euro.

No exterior

A União Europeia (UE) melhorou projeções de crescimento para a zona do euro neste e no próximo ano. Ao mesmo tempo, na zona do euro a produção industrial caiu 4,1% em março ante fevereiro, abaixo da expectativa de analistas de recuo de 2%.

Investidores estão atentos às negociações nos Estados Unidos sobre o teto da dívida federal. O presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, defendeu que o banco central americano comunicou de forma clara o rápido aperto monetário realizado no ano passado. “Não podemos controlar quando e como os bancos vão reagir”, afirmou o dirigente.

No Brasil

Os mercados domésticos começam a semana de olho na apresentação do arcabouço fiscal. Também acompanham a Petrobras, que ontem publicou um comunicado confirmando que está discutindo internamente alterações em suas políticas de preço para diesel e gasolina.

As propostas serão analisadas pela diretoria executiva no início da semana e poderão resultar em uma nova estratégia comercial para definição de preços desses combustíveis.

E os ruídos entre governo e BC sobre juros continua. O presidente do BC, Roberto Campos Neto, afirmou que a culpa do crédito caro no Brasil é do governo, que deve muito, e não da autoridade monetária. O ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Paulo Pimenta, rebateu Campos Neto, dizendo ser uma “opção” da autoridade monetária manter juros altos para impedir o crescimento do País.

*Com informações da Agência Estado

Como funciona o mercado de ações? Veja nesta curso oferecido pela B3

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.