Mercado

Mercado hoje: Livro Bege nos EUA e emprego no Brasil são destaques

A última sessão de maio traz uma agenda robusta, com votação na Câmara de Representantes dos Estados Unidos do projeto que suspende o teto da dívida até 2025

Painel IBOVESPA mostra número negativo em destaque acompanhado sequência de outros números
As ações mais negociadas foram as ordinárias da Vale (VALE3) que subiram 1,53%.

Por Redação B3 Bora Investir

A última sessão do mês traz uma agenda robusta, com votação na Câmara de Representantes dos Estados Unidos do projeto que suspende o teto da dívida até 2025. Também será divulgado o Livro Bege dos EUA e o índice de preços ao consumidor (CPI) da Alemanha.

Estão ainda previstos, ao longo do dia, discursos da presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, e dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

No Brasil, são esperados dados do mercado de trabalho pela Pnad Contínua e Caged, resultado do setor público consolidado. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa de evento.

No exterior

A decepção com o índice de gerentes de compras (PMI) industrial oficial da China traz cautela aos mercados globais antes da votação sobre o teto da dívida dos EUA. O PMI caiu de 49,2 para 48,8 em maio, ficando bem abaixo da expectativa (49,5) e apontando contração mais intensa na manufatura da segunda maior economia do mundo.

Além disso, existem incertezas sobre a aprovação do acordo sobre o teto da dívida nos EUA, que atraiu críticas não apenas de republicanos, mas também de democratas. Sem um teto maior, o governo americano não terá como pagar suas contas já nos primeiros dias de junho.

+ Arcabouço fiscal x Teto de gastos: qual a diferença entre as duas regras?

Sob fogo dos conservadores, o presidente da Câmara dos Estados Unidos, Kevin McCarthy, trabalhou ontem para vender aos colegas republicanos o acordo do teto da dívida e de orçamento que negociou com o presidente Joe Biden.

Uma aprovação rápida na Câmara e no Senado garantiria que os cheques do governo continuassem a ser enviados para beneficiários da Previdência Social e veteranos, entre outros. Como resultado, evitaria turbulências financeiras em todo o mundo, permitindo que o Tesouro continuasse honrando as dívidas dos Estados Unidos.

No Brasil

Os sinais de fraqueza da economia chinesa, que pesam nas moedas emergentes e nas commodities, podem trazer perdas também aos ativos domésticos em meio também às preocupações com o teto da dívida dos EUA.

Além disso, o mercado digere a derrota do governo com a aprovação ontem na Câmara do projeto de lei que define um marco temporal para a demarcação de terras indígenas no País por 283 votos a 155. O texto, que será ainda analisado pelo Senado, era uma demanda dos ruralistas e foi votado sob protesto de parlamentares de esquerda e movimentos indigenistas.

+ IGP-M registra queda de preços de 1,84% em maio

Governistas já falam em recorrer à Justiça contra a votação em que saíram derrotados. Na prática, se promulgada, a lei vai paralisar todos os processos de demarcação em andamento. Há pelo menos 303 em tramitação.

Com risco de derrota para o governo, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), adiou para hoje a votação da Medida Provisória (MP) que reestrutura a Esplanada dos Ministérios.

*Com informações da Agência Estado

Quer aprender a analisar investimentos? Confira este curso curado pela B3

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias