Notícias

Novas turnês de Beyoncé e Taylor Swift podem arrecadar, juntas, US$ 3,7 bilhões

Estimativa da revista Forbes mostra que só Beyoncé deve embolsar US$ 2,1 bilhões com sua turnê ‘Renaissance’. Valor supera em US$ 500 milhões a ‘Eras Tour’ de Taylor Swift

Fotografia das cantoras Beyoncé e Taylor Swift
A cantora Beyoncé pode arrecadar com sua turnê mundial ‘Renaissance’ quase US$ 2,1 bilhões (R$ 10,4 bilhões), segundo o levantamento inédito da Forbes. O valor é cerca de US$ 500 milhões (R$ 2,4 bilhões) a mais que os US$ 1,6 bilhão (R$ 7,9 bilhões) que Taylor Swift deve ganhar com a ‘Eras’. Foto / Reprodução: Redes sociais Beyonce e Taylor Swift

Por Redação B3 Bora Investir

O show business está em polvorosa com as turnês mundiais das duas maiores cantoras globais da atualidade: Beyoncé e Taylor Swift.

A intérprete de ‘Halo’ começou a temporada de shows pela Suécia – onde causou inflação fora do padrão no país (ver mais abaixo) – mas ainda não tem data para desembarcar no Brasil. Já Taylor chega em terras tropicais para dois shows no Rio de Janeiro (18 e 19 de novembro) e três em São Paulo (24, 25 e 26 de novembro).

Os primeiros ingressos para a turnê ‘The Eras Tour’ no Brasil se esgotaram em menos de uma hora. Mais de um milhão de pessoas entraram na fila online. E olha que os preços são bem salgados.

Na capital paulista, por exemplo, os valores vão de R$ 190 (meia) a R$ 1.050. Isso sem falar nos pacotes VIPs, com direito a souvenirs, que variam de R$ 1.250 a R$ 2.250 por pessoa. Nesta segunda-feira, 19/06, já começou a pré-venda para os dois espetáculos extras, mas só para correntistas de um banco.

Diante dos preços altos dos ingressos, apenas para o mercado brasileiro, você imagina quanto artistas como Taylor Swift e Beyoncé arrecadam em uma turnê? A revista Forbes fez as contas e o B3 Bora Investir te mostra os valores.

Arrecadação na casa dos bilhões

A cantora Beyoncé pode arrecadar com sua turnê mundial ‘Renaissance’ quase US$ 2,1 bilhões (R$ 10,4 bilhões), segundo o levantamento inédito da Forbes. O valor é cerca de US$ 500 milhões (R$ 2,4 bilhões) a mais que os US$ 1,6 bilhão (R$ 7,9 bilhões) que Taylor Swift deve ganhar com a ‘Eras’.

Rihanna não é a única: veja 5 artistas que diversificaram seus negócios

As estimativas são baseadas no número de fãs que tendem a comprar ingressos para os shows, além dos valores médios das entradas, de cerca de US$ 700 (R$ 3,4 mil).

Ainda segundo a revista, as artistas devem ganhar sozinhas parte considerável dos rendimentos das turnês. Cerca de 20% do valor total seria usado para as despesas, enquanto 80% seria o lucro garantido. Para se preparar financeiramente para encarar shows e festivais, o B3 Bora Investir mostra como encaixá-los no orçamento.

Mais ricas da música

Apesar de Beyoncé e Taylor figurarem nos ‘trending topics’ nas últimas semanas, a cantora Rihanna é quem está no topo na lista das mais ricas do planeta.

A fortuna da artista, que abalou o mundo da música com seu estrondoso show no Super Bowl, é estimada em US$ 1,4 bilhão (o equivalente a R$ 6,7 bilhões). Rihanna também é empresária no ramo de cosméticos, com uma linha própria de produtos de beleza.

Em segundo lugar está Taylor Swift que acumula uma fortuna estimada em US$ 740 milhões (R$ 3,5 bilhões), enquanto Beyoncé soma US$ 540 milhões (R$ 2,5 bilhões). Ela fica atrás de Madonna, que soma um patrimônio de US$ 580 milhões (R$ 2,7 bilhões).

As informações são da lista Forbes de milionárias ‘self-made’, ou seja, que fizeram suas fortunas por conta própria, sem herdar dos pais. Além delas, há outras cinco estrelas da música entre as 100 mais ricas.

Confira a lista completa das artistas mais bem pagas do mundo :

  1. Rihanna: US$ 1,4 bilhão
  2. Taylor Swift: US$ 740 milhões
  3. Madonna: US$ 580 milhões
  4. Beyoncé: US$ 540 milhões
  5. Celine Dion: US$ 480 milhões
  6. Dolly Parton: US$ 440 milhões
  7. Barbra Streisand: US$ 430 milhões

Inflação da Beyoncé

O primeiro show da turnê ‘Renaissance’ da Beyoncé aconteceu no sábado, 10/06, em Estocolmo, na Suécia. O frenesi gerado contribuiu para a disparada nos preços no país.

Em maio, um mês antes da apresentação, a inflação sueca avançou 9,7%, um índice acima do esperado. O movimento aconteceu diante de tamanha demanda por hotéis e refeições em restaurantes.

“Eu não culparia Beyoncé pela inflação alta, mas a apresentação dela e a demanda global para vê-la se apresentar na Suécia aparentemente contribuíram um pouco para isso”, afirmou Michael Grahn, economista do Danske Bank, em entrevista à BBC.

A previsão é que a cantora faça neste ano mais de 50 shows em estádios em todo o planeta. Ainda não há apresentações agendadas para o Brasil.

Taylor no Brasil: Procon fiscaliza venda de ingressos

O Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) faz hoje uma fiscalização na pré-venda presencial de ingressos para o show extra da cantora Taylor Swift, que acontecerá em novembro, no Allianz Parque, na capital paulista.

Os agentes do órgão estão próximos à bilheteria do estádio para averiguar a prestação do serviço e obter informações sobre a venda das entradas. Fãs da artista fazem filas há dias para conseguir comprar os ingressos.

O Procon-SP já emitiu diversas notificações à empresa organizadora dos shows diante do enorme volume de reclamações. Segundo o órgão, os ingressos teriam se esgotado em poucas horas nos canais oficiais, mas estariam sendo anunciados e vendidos em sites não-oficiais a preços muito maiores.

O diretor de Atendimento e Orientação do Procon-SP, Rodrigo Tritapepe, afirma que é essencial que os consumidores registrem suas reclamações no site do órgão. “As queixas geram as notificações para que as empresas expliquem seus procedimentos e ainda ajudam os órgãos de defesa do consumidor a analisar e estudar formas de melhorar as relações de consumo, além, claro, do apoio na mediação de conflitos”.

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias