Notícias

O dia no mercado: Juros mais altos no mundo todo?

Banco Central Europeu anuncia alta de juros e, nos Estados Unidos, há expectativa sobre os rumos da taxa básica

A Rainha Elizabeth II, em retrato em petro e branco, olhando para o horizonte
Monarca mais longeva da história do Reino Unido, Elizabeth II morreu nesta quinta-feira (8). Foto: Divulgação

As taxas de juros na Europa e nos Estados Unidos estão no foco dos investidores profissionais nesta quinta-feira (8).

O Banco Central Europeu anunciou um aumento de 0,75 ponto na taxa básica de juros da região. Como em julho a instituição havia decidido por um aumento de 0,50 ponto, a nova alta significa uma aceleração do ritmo de aperto monetário. A decisão visa a conter a alta dos preços na zona do euro provocada, que já chega a uma taxa anual de 9,1%, provocada especialmente pela guerra na Ucrânia.

O que é taxa Selic? Entenda como ela afeta seu dinheiro

Depois do anúncio da decisão, a presidente do BCE, Christine Lagarde, disse que deve haver novas elevações nos juros nas próximas reuniões da instituição. O presidente do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, Jerome Powell, participa de evento e pode sinalizar qual o rumo das taxas norte-americanas. Os bancos centrais de vários lugares do mundo vêm aumentando as taxas básicas na tentativa de conter a inflação.

No Reino Unido, a preocupação com a alta dos preços levou a nova premiê Liz Truss a anunciar um teto para os preços de energia para residências e empresas. A medida estabelece o limite de 2,5 mil libras na conta anual por domicílio. Com isso, a expectativa é reduzir em até 5 pontos percentuais a inflação que afeta os britânicos e está num patamar semelhante ao do Brasil, cerca de 10%.

A decisão foi anunciada no mesmo dia da morte da rainha Elizabeth II, aos 96 anos. Monarca mais longeva do Reino Unido – seu reinado se estendeu por mais de 70 anos –, a rainha chegou a dar as boas-vindas à nova primeira-ministra Liz Trussa na semana passada.

Aqui no Brasil, antes do feriado, o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, deu sinais de que a taxa de juros básica no Brasil, a Selic, pode sofrer mais uma elevação ainda este ano.

Os juros são elementos importantes porque influenciam as atividades das empresas e o consumo, por causa do custo do crédito, e geram impacto na rentabilidade dos ativos. Por isso acabam mexendo tanto com os mercados.

Ibovespa B3 – Abertura

No início das negociações, às 10h, a bolsa brasileira registrou alta de 0,09%, aos 109 mil pontos.

Ibovespa B3 – Fechamento

O principal índice da bolsa brasileira fechou em alta de 0,14%, aos 109 mil pontos. As perspectivas de um ganho mais forte observadas antes da abertura foram moderadas pelo aumento da taxa de juros na Europa. Mas o terreno positivo foi garantido por uma visão mais otimista dos investidores dos Estados Unidos, que garantiram altas também nos mercados norte-americanos.

Dólar – Fechamento

A moeda norte-americana fechou em baixa de 0,61%, cotada a R$ 5,20.

Quer entender melhor como os movimentos da economia afetam o seu bolso? Aprenda em cursos gratuitos da plataforma da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias