Notícias

Ibovespa B3: como é calculado e o que significa o principal indicador do mercado 

Como são calculados os pontos do índice e qual sua influência para o bolso do investidor

Painel da B3 mostra cotações das ações e gráfico da tendência do dia. Foto: Divulgação
O Ibovespa B3 reflete o desempenho das principais ações do mercado de capitais brasileiro. Foto: Divulgação

Quando ouve sobre o sobe e desce da bolsa de valores, você sabe do que exatamente está se falando? A verdade é que não estamos vendo o resultado da B3 como um todo, mas sim do Ibovespa B3, o principal índice de ações da bolsa de valores brasileira.

O Ibovespa B3 é o mais importante indicador do desempenho das empresas brasileiras porque representa a variação média das ações das principais companhias listadas na bolsa do Brasil. O índice permite observar como está a economia do país, as perspectivas para as empresas e, principalmente, se vale a pena comprar ou vender as ações que o compõem ou os produtos que usam o índice como referência.

O que faz a bolsa?

A bolsa de valores é o ambiente em que as empresas de capital aberto negociam frações do seu patrimônio, ou seja, suas ações, para os investidores. 

No mercado primário, os investidores compram as ações diretamente da empresa, por meio de um IPO (Oferta Pública Inicial) ou um Follow-on (emissão de novas ações)

Já o mercado secundário acontece quando a empresa não tem mais ações para colocar à disposição dos interessados e a negociação acontece entre os próprios investidores. Assim, quem tem os papéis pode colocá-los à venda para obter lucros, da mesma forma que quem compra espera obter uma valorização no futuro.

O índice passou por diversas modificações em seus mais de 50 anos de história, seja no número de empresas que o compõem, seja na forma de ser calculado. Em sua criação em 1968, contava com apenas três empresas. Hoje, considera 90 companhias de capital aberto. Confira a carteira completa aqui.

A finalidade do Ibovespa B3, porém, continuou a mesma: acompanhar uma carteira hipotética e usá-la como termômetro do mercado de ações. Assim, quando ouvimos que o Ibovespa, ou a bolsa subiu, quer dizer que as ações que o compõem tiveram uma alta, na média, indicando bom momento ou otimismo dos investidores. Quando cai, os resultados e expectativas estão na direção contrária.

Reavaliado a cada quatro meses, o índice é composto pelas ações e units de companhias que correspondem a cerca de 85% do número de negócios e do volume financeiro do nosso mercado de capitais.

Confira os critérios usados para a composição da carteira hipotética da B3:

  • Ser uma ação ou unit listada e negociada na bolsa de valores brasileira (não válido para BDRs);
  • A ação precisa ter sido negociada em 95% dos pregões nos últimos três anos;
  • A ação precisa ter movimentado um volume financeiro equivalente a pelo menos 0,1% do total no mercado à vista nos três anos anteriores;
  • Não ser uma penny stock, ou seja, uma ação com cotação média inferior a R$ 1;
  • A empresa não pode estar em processo de recuperação judicial;

O peso de cada ação na pontuação do Ibovespa B3 pode ser diferente e variar de acordo com o volume de ativos de uma mesma empresa na composição da carteira. Assim, pode acontecer de o índice subir, mesmo com muitas empresas tendo queda nas ações, ou vice-versa.

Como investir em ações

Para investir em ações que compõem o Ibovespa e fazer parte das variações que levam aos pontos do índice, primeiramente, você precisa conhecer o seu perfil de investidor. Com isso, poderá ter uma segurança maior para entrar nesse universo.

Cumpridas essa etapa é que começa a parte prática: escolher uma corretora ou casa de investimentos. O ponto mais importante é que tenha credibilidade e seja reconhecida pelas instituições reguladoras. Aí, é só se cadastrar e transferir o valor desejado que será usado na compra das ações. 

Cada corretora desenvolve sua própria plataforma de investimentos, o home broker, em que a própria pessoa pode enviar ordens de compra e venda de ações ou de outros ativos financeiros. 

Para a escolha dos papéis, não hesite em buscar o máximo de informações, seja de especialistas da própria corretora ou por todos os meios possíveis – balanços de empresas, sites de notícias, etc. As ações costumam ser tidas como investimentos de longo prazo: mais importante do que a oscilação do dia a dia é a valorização da empresa ao longo do tempo.

Como investir no Ibovespa B3?

Por ser uma cesta representativa das ações mais negociadas, muitos produtos financeiros têm como objetivo simular a carteira do Ibovespa B3 para que o resultado do investidor espelhe a variação do índice.

É o caso de oito ETFs (Exchange-Traded Funds), também conhecidos como fundos de índice. Além deles, existem 1.400 fundos de investimento também ligados ao Ibovespa B3. Outros produtos atrelados ao índice são os contratos futuros e opções.

Cada ETF possui um ticker, que é aquela sigla que acompanha o nome do ativo. Os fundos que replicam o Ibovespa são:

CódigoNomeGestora
BBOV11BB ETF Ibovespa fundo de índiceBanco do Brasil DTVM
BOVA11 IShares Ibovespa fundo de de índiceBlackRock
BOVB11 ETF Bradesco Ibovespa fundo de índiceBradesco Asset Management
BOVV11 IT Now Ibovespa fundo de índiceItaú Asset Management
BOVX11Trend ETF Ibovespa fundo de índiceXP Asset
IBOB11BTG Pactual B3 Ibovespa fundo de ÍndiceBTG Pactual Asset Management
SAET11Safra Ibovespa fundo de índiceSafra Asset Management
XBOV11Caixa ETF Ibovespa fundo de índiceCaixa Econômica Federal

Quer entender mais sobre cada etapa de como investir em ações? Confira os cursos do hub de educação financeira da B3 para tirar todas as suas dúvidas. Graças à tecnologia, investir nunca foi tão fácil.  

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias